PLD sobe 10% no Sudeste, Sul e Nordeste

Redução das afluências e elevação da carga explicam o aumento

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período entre 22 e 28 de dezembro subiu 10% nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Nordeste, ao passar de R$ 79,16/MWh para R$ 87,21/MWh. Já o preço no Norte permaneceu no mínimo de R$ 40,16/MWh, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nesta sexta-feira, 21.

A elevação do PLD de Sudeste, Sul e Nordeste ocorre, segundo a CCEE, em função da queda das afluências previstas nestes submercados e elevação na carga prevista. Já a expectativa bastante otimista de afluências para o Norte, em 170% da média histórica, explica a manutenção do preço no piso estabelecido para 2018.

As afluências previstas para o Sistema Interligado Nacional (SIN) foram revistas para 99% da média histórica e são esperadas em 98% da MLT no Sudeste, 72% no Sul e em 85% da média histórica no Nordeste.

Em função da expectativa de temperaturas mais elevadas, a carga prevista para a próxima semana no SIN deve ficar em torno de 4.300 MW médios mais alta, com redução esperada apenas no Nordeste (-275 MW médios). No Norte, a expectativa é a mesma da semana anterior, enquanto no Sudeste (+3.745 MW médios) e no Sul (+830 MW médios) a carga deve ficar mais elevada frente à previsão anterior.

Já os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 2.790 MW médios mais baixos, quando comparados com os índices esperados na semana passada, apresentando reduções em todos os submercados: Sudeste (-1.630 MW médios), Sul (- 605 MW médios), Nordeste (-465 MW médios) e Norte (-90 MW médios).

O fator de ajuste do MRE para dezembro foi revisto de 97,5% para 100,7%. A previsão de Encargos de Serviços do Sistema (ESS) para o último mês do ano é de R$ 367 milhões, sendo R$ 130 milhões referentes à restrição operativa e R$ 236 milhões por conta da reserva operativa de potência.