MME autoriza usinas a operarem como produtores independentes

Projetos estão localizados nos estados de Minas Gerais e Bahia

O Ministério de Minas e Energia (MME) publicou no Diário Oficial da União (DOU) da última sexta-feira, 28 de dezembro, a autorização para a empresa Energia Limpa Participações se estabelecer como Produtor Independente de Energia Elétrica (PIEE), mediante a exploração do potencial hidráulico localizado no Rio Casca, município de Urucânia, no estado de Minas Gerais, com 3,8 MW de capacidade instalada.

“Deverá a autorizada implantar, por sua exclusiva responsabilidade e ônus, o sistema de transmissão de interesse restrito da CGH Nova Ponte Queimada II, constituído de uma subestação elevadora de 2,3/13,8 kV, junto à central geradora, e uma linha em 13,8 kV, com cerca de cem metros de extensão, em circuito simples, interligando a subestação elevadora ao alimentador RCA-10 da subestação Rio Casca, de responsabilidade da Cemig Distribuição”, diz a portaria n° 515/2018.

O ministério também autorizou as empresas Ventos de São Bento (8,4 MW), Ventos de São Januário (8,4 MW) e Ventos de Santo Eloy (8,4 MW) a se estabelecerem como PIEE, mediante a implantação e exploração de eólicas no município de Campo Formoso, no estado da Bahia. As autorizadas deverão implantar os sistemas de transmissão de interesse restrito das usinas, constituído de subestações elevadoras, junto às centrais geradoras, e três linhas em 138 kV, com cerca de 50 km, em circuito simples, interligando a subestação elevadora à subestação Senhor do Bonfim II, de responsabilidade da Chesf.