Termoelétrica Cambará obtém licença de instalação

Fepam autorizou obras para implantação da usina, que irá gerar cerca de 50 MW a partir da queima de biomassa

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) do Rio Grande do Sul emitiu a licença de instalação para o início das obras de implantação da Termelétrica Cambará, localizada no município de Cambará do Sul. Trata-se de uma usina de geração de termoeletricidade a partir de biomassa, com capacidade licenciada de 50 MW de potência, a ser instalada em uma área construída de 29.500 m². O empreendimento vai utilizar toras, galhos, tocos e feixes de madeira como combustível para geração de energia elétrica.

De acordo com o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, que acompanha o projeto desde 2015 pela extinta Secretaria de Minas e Energia, além de gerar energia, a usina vai fomentar o crescimento da região, prejudicado desde o fechamento da fábrica de celulose. “A usina vai desempenhar um papel importante não apenas econômico, mas também ambiental, uma vez que vai processar os resíduos excedentes da produção de madeira de Cambará do Sul e da região”, observou.

A licença emitida tem prazo de validade de cinco anos e apresenta as condições, restrições e exigências previstas na legislação ambiental para a implantação e previsão de operação do empreendimento.