MME enquadra térmica no Mato Grosso junto ao Reidi

UTE Inpasa (42,3 MW) contará com cerca de R$ 110,1 milhões em investimentos para sua finalização, prevista para este ano

O Ministério de Minas e Energia autorizou o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento da Infraestrutura do projeto relativo a central de geração termelétrica denominada Inpasa, localizada no município de Sinop, Mato Grosso. A usina é de posse da Industria Paraguaya Alcoholes S.A. (Inpasa) e prevê uma unidade geradora de 42,3 MW de potência, além de um Sistema de Transmissão de Interesse Restrito, constituído por uma subestação elevadora de 13,8/138 kV. As obras, iniciadas em março do ano passado, estão previstas para terminarem em julho deste ano, contando com um aporte financeiro de R$ 110,1 milhões, livre de impostos.

O MME também deu provimento à solicitação da Canoas 3 Energia Renovável, controlada pelo Grupo Neoenergia, e confirmou junto ao Reidi o projeto da usina eólica Canoas 3, composta por dez aerogeradores de 3,4 MW, num total de 34,6 MW de capacidade instalada em São José do Sabugi e Santa Luzia, ambos na Paraíba. O período de execução do empreendimento vai de dezembro do ano passado até o mesmo mês em 2022 e irá angariar cerca de R$ 246 milhões em recursos para sua implementação, sem contar a incidência de taxas. As decisões acima referem-se às respectivas portarias nº 46 e 45, publicadas no portal do MME e no Diário Oficial da União.