Vazões no Sudeste aumentam e ficam próximas da média histórica

Projeção da carga desacelera mas ainda fica no campo positivo, em 0,1% comparado ao mesmo mês de 2018

A primeira revisão semanal do PMO para o mês de março apresentou uma expressiva mudança na expectativa no nível de energia natural afluente para o submercado Sudeste/Centro-Oeste. A projeção aumentou de 80% para 95% da MLT quando comparadas as estimativas desta semana com a de sete dias atrás. Por outro lado, no Sul a ENA estimada caiu de 104% para 89% da MLT. No NE aumentou levemente para 46% e no Norte ficou estável em 76%.
Já a previsão de carga apresentou redução ante a projeção inicial para o período. Apesar de ainda ser de crescimento ante março de 2018, a elevação é de 0,1%, na semana passada esperava-se expansão de 0,3%. No SE/CO a queda é esperada em 1%, no Sul em quase isso, 0,9% e no Norte em 0,7%. O único crescimento está no NE com 5,8%.
O nível operativo dos reservatórios segue a tendência de ENA. Com isso a estimativa para o fechamento do mês no SE/CO passou para 40,7%, antes era projetado 37%. No Sul a expectativa é de chegar a 42,6%, no NE em 53% e no Norte em 64,4%.
O custo de operação do sistema caiu para a semana operativa que começa neste sábado 2 de março. O valor médio continua equalizado nos dois maiores submercados em R$ 258,44/MWh, reflexo da carga pesada em R$ 263,10/MWh, a média em R$ 262,26/MWh e a leve em R$ 255,22/MWh. No NE o CMO médio está em R$ 155,65/MWh co as cargas pesada e media em R$ 164,36/MWh e leve em R$ 148,95/MWh. No Norte está zerado em todos os patamares.
Com o desligamento das térmicas fora da ordem de mérito, medida determinada pelo CMSE ainda na semana passada e confirmada para este período, o volume estimado para despacho estimado é de 6.837 MW médios. A maior parte está classificada por inflexibilidade com 4.113 MW médios, 2.276 MW médios por ordem de mérito e mais 449 MW médios por restrição elétrica.
Em termos de meteorologia, é esperado para o início da semana a ocorrência de chuva fraca com períodos de moderada nas bacias hidrográficas do subsistema Sudeste/Centro-Oeste. No final da semana deve ocorrer precipitação de intensidade fraca nas bacias dos rios Jacuí e Uruguai.