RGE moderniza iluminação de prédios públicos

22 mil novos lâmpadas de LED foram instaladas em hospitais, escolas e secretarias na área de concessão da distribuidora

A iluminação interna de 70 prédios públicos da área de concessão da RGE (RS) foi transformada no ano passado. Em uma ação do seu Programa de Eficiência Energética, ela substituiu lâmpadas antigas, como as fluorescentes e incandescentes, por novos pontos com tecnologia LED. Ao todo, 22 mil novas lâmpadas foram instaladas em 30 escolas públicas, 23 prefeituras e secretarias, 12 hospitais públicos, 2 sedes de órgãos de segurança e 3 associações assistenciais. A ação teve investimento de R$ 1,8 milhão.

Somados, todos esses espaços terão uma economia de R$ 715,8 mil ao ano nas contas de energia. Isso se deve à redução de 1.362,67 MWh/ano de consumo de energia elétrica e de 107,58 kW de demanda no horário de ponta. O objetivo da RGE é permitir que esses locais tenham uma tarifa de energia menor e, ao mesmo tempo, um consumo mais eficiente. Utilizadas em larga escala desde o final do século XIX, as lâmpadas incandescentes e fluorescentes estão sendo eliminadas divido a sua ineficiência energética. Além de consumirem até 80% mais energias elétrica do que as tecnologias disponíveis no mercado, como o LED, essas lâmpadas iluminam menos e têm vida útil menor.

Devido à necessidade de investimento financeiro para a substituição de lâmpadas serem significativos para estabelecimentos com elevado número de pontos e administrados pelo poder público, a defasagem tecnológica da iluminação é comum e ocasiona perda de energia. Cerca de 27% das lâmpadas encontradas nos prédios públicos que receberam a ação do ano passado eram incandescentes compactas. As demais eram lâmpadas fluorescentes T10 de 20W e 40W ou ainda as versões mais recentes de lâmpadas fluorescentes T8, de 16 e 32W. A aplicação de novas unidades com LEDs traz um ganho de potência e de iluminação para estes ambientes aumentando o nível de iluminamento com menor consumo de energia.

Segundo o Coordenador do Programa de Eficiência Energética da RGE, Odair Deters, além da utilização de tecnologias mais eficientes, o uso consciente de recursos e a mudança de hábitos da sociedade são fundamentais para redução do desperdício. Para ele, a conscientização da importância do uso correto da energia e a disseminação de conhecimento de práticas que possibilitam uma redução do consumo de energia no dia a dia são aliadas da construção de um futuro sustentável e foram aplicadas campanhas específicas para o público beneficiado. Em 2019, a RGE pretende dobrar a quantidade de lâmpadas substituídas em prédios públicos, ou seja, superar a marca de 44 mil lâmpadas, beneficiando muitas outras instituições.