Fitch afirma rating de Itaipu com perspectiva estável

Análise reflete forte vínculo da Binacional com a qualidade de crédito do Brasil, que garante 99% de sua dívida

A agência de classificação de risco Fitch Ratings afirmou o Rating Nacional de Longo Prazo ‘AA(bra)’ de Itaipu com perspectiva estável, análise que reflete o forte vínculo do perfil de crédito da companhia com o Brasil, responsável pela aquisição de aproximadamente 90% da energia produzida pela usina e garantindo cerca de 99% de sua dívida.

A agência aponta a grande previsibilidade de fluxo de caixa da binacional, proveniente do Tratado de Itaipu, que estabelece tarifa anual em dólares como suficiente para cobrir todos os seus gastos operacionais, investimentos e obrigações financeiras. O documento contempla, ainda, um mecanismo true-up de ajuste de possíveis descasamentos, como o de câmbio, a serem recuperados ou compensados no ano seguinte. Vale lembrar que a hidrelétrica não apresenta exposição a riscos hidrológicos.

A Fitch trabalha com a expectativa de que a empresa sempre apresente um fluxo de caixa livre (FCF) anual positivo e próximo ao saldo da dívida amortizada no período. Para 2019, é estimado EBITDA de US$ 2,0 bilhões e FCF de US$ 1,5 bilhão, com manutenção da tarifa de potência contratada em US$ 22,60/kW.mês.

Já a alavancagem financeira é tida como administrável, dado o mecanismo de reajuste de tarifas, com expectativa de continuidade de gradual redução a partir da amortização das obrigações atuais e da não emissão de novas dívidas. É esperado que o índice dívida líquida/EBITDA da companhia diminua para cerca de 2,7 vezes em 2019 e 1,6 vez em 2020. Ao final do período de 12 meses encerrados em junho de 2018, o índice dívida líquida/EBITDA era de 4,1 vezes.