ONS: previsão de vazões no SE permanece próxima à MLT

Projeção de carga recua e expectativa é de queda de 0,4% quando comparado com o mesmo mês de 2018

A última revisão semanal o Programa de Operação Mensal para março apresentou relativa estabilidade na projeção de vazões para o final do mês. Apesar da queda expressiva de energia natural afluente no submercado Sul, que passou de 172% da média de longo termo para 138%, ainda é a região com o maior índice do país. No Sudeste/Centro-Oeste a previsão recuou 1 ponto porcentual, para 95% da MLT ante o calculado na semana passada. No Nordeste mantém os 40% da média e no Norte recuou de 89% para 85% da média.
Já a previsão de carga variou novamente para baixo e agora a expectativa é de redução em 0,4%, queda de 0,1 p.p. ante sete dias atrás, para 70.373 MW médios. O único crescimento está no NE com 4,3%, no SE/CO é esperada queda de 1%, no Sul de 2,1% e de 1,2% no Norte.
Apesar disso, o Custo Marginal de Operação médio subiu em quase todo o país. O valor nos dois maiores submercados, o SE/CO e Sul aumentaram para R$ 237,34/MWh, incremento de 19,1% ante semana passada. Os valores para a semana operativa que começa neste sábado, 23 de março, estão em R$ 241,92/MWh no patamar de carga pesado, R$ 241,68/MWh no médio e R$ 232,67/MWh no leve. No NE os valores ficaram equalizados em R$ 160,22/MWh em todos os patamares, o aumento no CMO médio foi de 7,5%. No Norte os valores continuam zerados.
O volume dos reservatórios para o fechamento do mês no SE/CO que concentra a maior capacidade do país está menor ante o esperado semana passada, a nova expectativa é de que encerre em 40,3%. No Sul houve recuou para 46,3%, no NE aumentou a perspectiva de armazenamento para 51,4% e no Norte está em 66,4%.
O despacho térmico para a semana, consequentemente, aumentou quando comparado à semana passada. Passou de 5.587 MW médios para 6.393 MW médios. A maior parte está classificada por inflexibilidade, 3.834 MW médios, 2.216 por ordem de mérito e 342 MW médios por restrição elétrica.
Já em termos meteorológicos, houve chuva fraca com períodos de moderada nas bacias hidrográficas de interesse do SIN na semana que se encerra nesta sexta-feira, 22 de março. Para o início da semana que se inicia amanhã a estimativa é de ocorrer chuva fraca com períodos de moderada nas bacias dos rios São Francisco, Tocantins e em pontos isolados do Paranaíba.