Volume sobe 0,3% no subsistema Nordeste, que opera com 53,5%

ONS reportou que apenas a região Sul teve redução nos níveis, com os reservatórios ficando abaixo de 44%

Os reservatórios do Nordeste foram os únicos do país a registrarem crescimento na capacidade de armazenamento em relação ao dia anterior, ficando com 66,9% após acréscimo de 0,3%. A informação consta na operação da última quarta -feira, 3 de abril e reportada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico no seu IPDO. O documento aponta que a energia armazenada afere 27.739 MW mês e a ENA permanece em 57% da média de longo termo armazenável acumulada no mês. Sobradinho funciona a 43,12% de sua capacidade.

Já o subsistema Sul teve a maior variação do dia: 0,8% negativos, com o volume dos reservatórios diminuindo para 43,8%. A energia armazenada registra 8.802 MW mês e a energia afluente aparece com 70% da MLT. As UHEs G.B Munhoz e Passo Fundo funcionam, respectivamente, com capacidade de 43,21% e 46,85%. Na região Sudeste/Centro-Oeste não houveram alterações nos níveis, que se encontram em 39,9%. A energia afluente está em 78% da MLT e a armazenada foi para 81.161 MW. Furnas trabalha com 42,64% e a usina São Simão, com 82,29% da capacidade.

No Norte do país o volume também permaneceu inalterado e os reservatórios operam com 66,9%. A energia armazenada apresenta 10.070 MW mês e a ENA confere 58% da MLT. A hidrelétrica de Tucuruí opera a 99,61%.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor, disponível para assinantes do CanalEnergia.