Cosern terá aumento tarifário médio de 4,73%

Componentes financeiros e compra de energia foram os itens de maior impacto no índice de reajuste da distribuidora

O reajuste anual da Cosern vai resultar em aumento médio de 4,73%, com efeito médio de 2,81% para os consumidores em alta tensão e de 5,48% para os de baixa tensão. As novas tarifas da distribuidora, que atende 1,5 milhão de unidades consumidoras no Rio Grande do Norte, entrarão em vigor em 22 de abril.

Os itens que mais pesaram no reajuste anual da companhia foram os componentes financeiros previstos para os próximos 12 meses, com 6,48%, e os gastos com compra de energia, com participação de 4%. Os custos de distribuição representam 2,37% do valor total. Houver redução de 3,71% nos encargos setoriais, a retirada de 3,59% em financeiros do período tarifário anterior e queda de 0,82% nos gastos com transmissão.