Complexo eólico da Copel comissiona últimos aerogeradores

Projeto conta com 180,6 MW de potência instalada com 71,4 MW de garantia vendidos em leilão de energia de reserva

O complexo eólico Cutia, composto por sete parques eólicos e pertence à estatal paranaense Copel, esta com as últimas turbinas comissionadas sendo comissionadas. Localizado no Rio Grande do Norte, o empreendimento conta com 180,6 MW de capacidade instalada total e 71,4 MW médios de garantia física. Faz parte de um complexo composto por 13 parques com 312,9 MW de potência instalada.
A K2 consultoria informou em comunicado que a parte do trabalho para a qual foi contratada refere-se a 86 turbinas de 2,1 MW, e opera a 90%, sendo comercializado no mercado de curto prazo. De acordo com a consultoria o acordo foi de 12 meses para fornecer serviços abrangentes de engenharia, auxiliar na garantia da qualidade dos equipamentos entregues no local, bem como para supervisionar a instalação e comissionamento das turbinas eólicas, de acordo com os requisitos do projeto e contrato.
A energia do empreendimento teve sua energia comercializada no 6º Leilão de Reserva que ocorreu em 31 de outubro de 2014, ao preço médio de R$ 174,36/MWh, base agosto de 2017.