Tarifas da Ceal terão primeira redução tarifária do ano entre distribuidoras

Efeito médio a ser percebido pelos consumidores será de -2,72%

As tarifas da Companhia Energética de Alagoas serão reduzidas em média em 2,72 % a partir de 3 de maio. Para os consumidores atendidos em baixa tensão, a conta de energia vai ficar em média 2,68% menor, enquanto na alta tensão haverá  redução média de 2,83%. É o primeiro reajuste negativo do ciclo tarifário de 2018.

Os índices resultantes do processo refletem o deságio mínimo obrigatório estabelecido para o leilão de venda de distribuidora, que reduziu em 3,54 pontos percentuais o índice final de reajuste desse ano. Esse deságio permitiu a redução das perdas comerciais reconhecidas na tarifa e da receita de distribuição da empresa.

A Ceal foi adquirida pela Equatorial Energia em 28 de dezembro do ano passado com deságio oferecido igual a zero, sem nenhum desconto de tarifa aos consumidores além do previsto pelas regras do certame. O contrato de concessão foi assinado pelo grupo em 19 de março desse ano.

Entre os itens de destaque no processo tarifário da distribuidora estão os encargos setoriais, que tiveram redução 5,62%, em razão da quitação antecipada este ano do empréstimo da Conta ACR e da retirada de subsídios da tarifa de energia. Foram registradas também reduções  nos custos de transmissão (0,33%), de compra de energia (0,48%), de distribuição (1,17%);  e incluídos 5,21% em componentes financeiros.

A Ceal atende cerca de 1,1 milhão unidades consumidoras em 102 municípios de Alagoas, com faturamento anual da ordem de R$ 1,6 bilhão por ano.