Consumo nacional de eletricidade cresce 2,2% em março

No trimestre, consumo apresentou aumento de 3,7% em 2019, na comparação com dos três primeiros meses de 2018

O consumo nacional de energia elétrica na rede somou 40.938 GWh em março, crescendo 2,2% sobre igual mês do ano anterior, informou a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), em sua resenha mensal.  Já no trimestre, com montante acumulado no período de 123.490 GWh, o aumento foi de 3,7%, na comparação com dos três primeiros meses de 2018.

No mês, o consumo nas regiões Sudeste (2,6%), Centro-Oeste (1,8%) e Sul (1,5%) cresceu alinhado à média do país, enquanto que os resultados nas duas outras regiões, contrários entre si, foram mais destacados, apresentando crescimento de 6,0% no Nordeste e retração de 9,8% no Norte.

Depois de dois meses em que o calor intenso impulsionou o consumo de eletricidade nas classes residencial e comercial, em março, o avanço do consumo nessas classes foi mais moderado, com taxas de 4,6% e 3,4% respectivamente. Já, na classe Industrial, mais uma vez nesse início de ano, houve retração no consumo (-1,3%).

Distinguindo a modalidade de contratação, o montante de energia elétrica consumido em março no mercado cativo das distribuidoras teve aumento de 0,9%, enquanto que, no mercado livre, foi de 4,8%. No trimestre, as variações foram de +3,3% no cativo e de +4,6% no livre.

O desempenho do consumo industrial releva falta de confiança na situação atual e futura da economia. No mercado residencial, o consumidor segue cauteloso diante da taxa de desemprego do país. No segmento comercial, o setor de serviços segue puxando o consumo de energia.