EDP vai investir R$ 80 milhões em rede de distribuição para comunidades de baixa renda

Companhia fala em regularizar 100% das ligações clandestinas já mapeadas na área de concessão em até 24 meses, levando energia elétrica com qualidade e segurança para 50 mil famílias

A EDP anunciou que irá aplicar aproximadamente R$ 80 milhões para regularizar todos os núcleos mapeados com ligações clandestinas em sua área de concessão, levando assim uma rede segura, eficiente e de qualidade a cerca de 50 mil famílias de comunidades de baixa renda. As obras tiveram início em abril e serão realizadas em 24 meses.

Entre os municípios com maior quantidade de irregularidades identificadas estão Guarulhos, Itaquaquecetuba, São José dos Campos, São Sebastião e Caraguatatuba, mas a concessionária irá aplicar o programa de regularização em todas as cidades de sua concessão. As obras incluem, dependendo da característica do local, a instalação de poste padrão para as residências ainda não conectadas ao sistema da companhia, rede de distribuição em média tensão, posteamento, entre outras medidas técnicas para a execução completa dos serviços.

Para reforçar a importância da utilização segura e eficiente da eletricidade, após a conclusão dos serviços de rede em cada localidade, os moradores receberão visitas personalizadas dos “Agentes da Boa Energia”. Os técnicos comparecem às casas para orientações sobre uso consciente da luz e Tarifa Social de Energia Elétrica, negociação de possíveis débitos em aberto com a distribuidora e substituição de lâmpadas de maior consumo por LED, mais econômicas, eficientes e sustentáveis.

Luciano Cavalcante, gestor executivo da EDP, ressalta que o fornecimento de energia regular é um passo importante para o desenvolvimento e progresso regional e que a atuação da empresa depende de parceria com as prefeituras, já que as concessionárias de energia só podem atuar em localidades regularizadas pelo poder público municipal. “Este projeto é ambicioso e visa regularizar em 24 meses todos os dos núcleos mapeados pela Empresa. Queremos levar nossa energia com qualidade e segurança para toda a população”, afirmou.