CCEE aprova adesão do ONS ao mercado livre de energia

ONS estima uma economia superior a R$ 3 milhões até 2022

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) informou nesta quarta-feira, 15 de maio, que aprovou a adesão do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) como consumidor especial do mercado livre de energia. No ano passado, o ONS realizou um leilão para a compra de energia, no qual a Lightcom Comercializadora de Energia foi a vencedora.

A comercializadora irá fornecer à todas as localidades do Operador – Rio de Janeiro, Brasília, Recife e Florianópolis – o montante de 1,157 MW médios no período que compreende de 1º de maio de 2019 a 31 de dezembro de 2022.

Com a entrada para o mercado livre, o ONS estima uma economia superior a R$ 3 milhões para o período. O processo de migração do ONS para o mercado livre contou com a parceria da consultoria Thymos Energia.

Atualmente, a CCEE registra 7.983 agentes, sendo 6.142 consumidores do mercado livre, sendo 5.248 consumidores especiais e 894 consumidores livres. Também há 1.390 produtores independentes, 288 comercializadores, 72 autoprodutores, 45 geradores a título de serviço público e 46 distribuidores.