Copel irá selecionar projetos de Geração Distribuída para novas parcerias

Companhia abre chamada pública para a exploração das fontes solar, biomassa, biogás e PCHs para implantação de unidades entre 500kW e 5MW de potência

A Copel anunciou a abertura de uma chamada pública que irá selecionar projetos em Geração Distribuída com até 5 MW de potência, preferencialmente no Paraná. De acordo com a concessionária, terão prioridade as empresas que apresentarem o maior nível de maturidade para permitir a agilidade na implantação das iniciativas, que devem estar prontas até dezembro deste ano. Os interessados podem se inscrever até o dia 17 de junho por meio do site da Copel.

O mercado de Geração Distribuída é regulamentado pela Aneel desde 2012 e tem sido revisado tanto do ponto de vista regulatório quanto comercial pelo grande número de novos projetos e a popularização dos equipamentos de geração por meio de fontes renováveis como a solar e a biomassa, que possibilitaram não apenas os grandes projetos quanto também os microssistemas residenciais.

Na avaliação do diretor de Desenvolvimento de Negócios, Cássio Santana da Silva, as empresas que estão com projetos já aprovados nos órgãos ambientais e reguladores e que querem contar com a experiência técnica da distribuidora na parceria, formam “uma ótima oportunidade de negócio”. Os projetos serão recebidos, analisados e classificados de acordo com a fase em que se encontram visando atender futuramente clientes interessados em gerar sua própria energia.

Hoje o Brasil conta com mais de 20 mil produtores independentes compensando seu consumo energético através de sistemas de Geração Distribuída, segundo a Aneel. Um mercado que chama a atenção não só de investidores e consumidores mas, também as empresas do setor elétrico. “Queremos diversificar o portfólio de empreendimentos no qual a Copel poderá se associar e fomentar o mercado do nosso Estado”, finalizou o diretor.