Energisa MG terá aumento médio de 6,73%

Empresa atende 457 mil unidades consumidoras em Minas Gerais e Rio de Janeiro

A Energisa Minas Gerais foi autorizada a aplicar aumento tarifário médio de 6,73% a partir de 24 de junho. O efeito médio a ser percebido pelos consumidores será de 7,41% na alta tensão e de 6,55% na baixa tensão.

Contribuíram para o resultado do reajuste da distribuidora a inclusão de itens financeiros relacionados a variações do risco hidrológico das usinas de cotas e custos dos contratos de energia não cobertos pelas bandeiras tarifárias. Eles tiveram peso de 8,63% no índice e foram seguidos pela compra energia, que teve participação de 2,90% pelo impacto do aumento da receita das usinas cotistas. Os encargos setoriais tiveram redução de 2,41%.

Com o reajuste, a tarifa residencial da distribuidora passa de R$ 565,17/MWh para R$ 595,83/MWh. A Energisa atende 457 mil unidades consumidoras em 65 municípios de Minas Gerais e um município do Rio de Janeiro.