Siemens implementa comunicação inteligente para rede da Cemig

Iniciativa prevê automação completa do sistema para gestão de dados sobre a energia fornecida na região metropolitana de BH, o que irá melhorar a qualidade do serviço e reduzir a duração de falhas

A Siemens fechou um plano inovador junto à Cemig para o desenvolvimento de uma infraestrutura privada de telecomunicações que irá automatizar completamente a rede de distribuição da companhia, o que irá melhorar a qualidade da energia fornecida na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). Denominada de Projeto Transcende, a parceria permitirá que a concessionária mineira consiga identificar e agir com mais rapidez em casos de falhas, reduzindo o tempo que os consumidores ficam sem energia. Os operadores passam a ter acesso a informações detalhadas sobre qual equipamento apontou algum tipo de problema, que pode vir a ser desde descargas atmosféricas e queda de galhos até acidentes de trânsito que danificam os postes.

Sergio Sevileanu, especialista em redes da Siemens, explica que, anteriormente, quando o serviço caía em uma região, a concessionária dependia da rede celular pública e da ligação dos moradores locais para detectar onde estava a ocorrência e assim mandar uma equipe ao local. “As redes celulares, no entanto, não atendem o critério de disponibilidade necessário para monitorar e comandar as redes de distribuição elétrica como a da Cemig”, explica o executivo. Para o projeto, a Siemens foi responsável por todo o desenho e implementação da solução requisitada pela companhia. Em sua primeira fase, foram conectados 630 equipamentos da rede de distribuição, espalhados por toda a região metropolitana da capital mineira e responsáveis pelo envio dos dados estratégicos à Cemig.

De acordo com Sevileanu, a solução de telecomunicações permite que mensagens e alarmes gerados por equipamentos dispersos na rede sejam enviados em tempo real até o Centro de Operação e aos técnicos da distribuidora. “Para que isso seja possível, instalamos rádios nos equipamentos e em outros pontos estratégicos como torres de telecomunicações e prédios da empresa”, ressaltou, completando que a comunicação entre esses dois rádios permite que os técnicos tenham uma visão consolidada dos incidentes na rede, podendo tomar ações corretivas como enviar comandos para os equipamentos através da mesma rede ou até enviar um colaborador ao local para realizar atividades de manutenção.

Com prazo de instalação de 16 semanas, 12 equipes estiveram envolvidas para entregarem o projeto a tempo. Dentre os resultados positivos com a solução destacam-se o aumento da efetividade do serviço, ganho de produtividade da equipe, aumento de disponibilidade, operação garantida em momentos críticos e gerenciamento completo de rede. O executivo afirmou que a taxa de disponibilidade da comunicação com os equipamentos aumentou de 90,47% para 98,69% com o uso da rede própria da empresa em relação ao uso das operadoras de celular. “Este aumento corresponde a aproximadamente a 60 horas por mês ou 30 dias por ano”, explica Sevileanu, ao acrescentar que agora a equipe pode se antever a problemas por receber dados importantes em tempo real.