Sterlite recebe LI para projeto no Rio Grande do Sul

Lote contempla mais de 110 km de linha de transmissão, duas novas subestações e a expansão de outras quatro

A Sterlite Power informou que obteve na última terça-feira, 2 de julho, a última Licença de Instalação do projeto Vineyards, no Rio Grande do Sul. O trecho do projeto contempla a linha de transmissão entre as subestações de Bagé 2 e Candiota. A licença foi emitida pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental.
O projeto Vineyards, um dos 10 conquistados pela Sterlite Power em leilões da Agência Nacional de Energia Elétrica, prevê a construção de 114,4 quilômetros de linhas de transmissão, a implantação de 2 novas subestações e a expansão de 4 subestações nas regiões de Bagé e Lajeado. Esses projetos, descreveu a empresa, aumentará o suprimento de energia naquele estado. O primeiro trecho, Lajeado – Garibaldi, teve sua LI emitida anteriormente e já se encontra em obras. O empreendimento tem previsão de investimento de R$ 250 milhões.
De acordo com a Sterlite, o traçado definido evitou ao máximo a intervenção na vegetação nativa e em espécies da fauna e da flora, priorizando os acessos existentes e diminuindo processos erosivos. O prazo regulatório para a entrega do projeto é agosto de 2022, mas a Sterlite Power acredita que Vineyards será entregue antes disso, tendo em vista o trabalho das equipes e parceiros e a construção em fase avançada. Apesar disso, a empresa não estimou em quanto deverá se dar essa antecipação.
No início de maio, a empresa de origem indiana colocou em operação seu primeiro ativo de transmissão no país, a subestação Arcoverde, em Pernambuco, arrematado em leilão de 2016. O projeto foi antecipado em 28 meses ante o esperado pela agência reguladora.