MME enquadra PCH Bela Vista junto ao Reidi

Ministério também confirmou dois projetos relativo a reforços em subestações da Cteep e na área da Cemig D

O Ministério de Minas e Energia aprovou o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento da Infraestrutura para implantação da pequena central hidrelétrica Bela Vista, localizada entre os municípios de Verê e São João, no Paraná. O Reidi prevê a isenção de PIS/PASEP e Confins na aquisição de bens e serviços para empreendimentos de infraestrutura. O projeto da usina é de titularidade da Copel e abarca três turbinas de 9,6 MW, num total de 29 MW e com prazo para execução  entre 3 de junho de 2019 até 1º de setembro de 2020. A construção da PCH requer cerca de R$ 184,3 milhões em investimentos, sem contar a incidência de impostos.

O MME também aceitou a solicitação da Cteep e confirmou junto ao Reidi a obra correspondente a reforços nas subestações Interlagos, Centro-CTR, Votuporanga 2, Nordeste, situadas em Itaquaquecetuba e Votuporanga, cidades de São Paulo. O período de execução vai de 29 de maio deste ano até novembro de 2021, com cerca de R$ 24,6 milhões a serem aplicados, sem levar em considerações as taxas.

Nos mesmos moldes, o ministério deu provimento a Companhia Transirapé de Transmissão e à Cemig pelo projeto de reforços na subestação Araçuaí 2, com a implantação de dois módulos de entrada de linha em 138 kV, barra dupla e quatro chaves, visando a conexão de linhas das SEs Minas Novas 2 e Jequitinhonha. A obra no município de Grão Mogol, Minas Gerais, contará com aproximadamente R$ 9,2 milhões em investimentos, livre de encargos, com sua execução prevista entre janeiro de 2020 até o dia 28 de fevereiro de 2022.

Por fim, a Afluente Transmissão de Energia Elétrica S.A. foi autorizada junto ao Reidi com o projeto para instalação de remanejo do trecho da linha de transmissão 138 kV Funil – Poções I, cuja a finalidade é a desobstrução da SE Poções II, localizada em Poções, Bahia. O empreendimento tem valor orçado em R$ 741 mil, sem os impostos, devendo ser finalizado até novembro deste ano.