Ratings de Cemig e Light são mantidos após preço da oferta de ações, diz S&P

Light definiu preço de ações em R$ 18,75; liquidação acontece na próxima terça-feira, 16

A agência de classificação de risco S&P Global informou que os ratings da Cemig (B/Estável/–, brA+/Estável/–) e da Light SESA (brAA+/Estável/brA-1+) não foram afetados pelo anúncio da precificação da oferta pública de ações da Light. A transação envolve uma oferta primária de 100 milhões em novas ações e uma oferta secundária de cerca de 33 milhões de ações (vendidas pela Cemig) ao valor de R$18,75 por ação. A oferta será liquidada na próxima terça-feira, 16 de julho.

A S&P informou que espera que a Light use os recursos brutos de R$1,875 bilhão para reduzir gradualmente seu endividamento através de amortização de suas dívidas mais caras. “Isso deve ajudar o grupo a desalavancar a um ritmo mais rápido do que esperávamos, mas suas métricas de crédito devem permanecer em linha com o atual perfil de risco financeiro do grupo. Esperamos que a Light reporte um índice de dívida/Ebitada entre 3x-3,5x, o que também deve proporcionar uma maior folga para suas cláusulas contratuais restritivas (covenants)”, disse.

A transação representa ainda mais um passo no plano de desinvestimento de R$ 8 bilhões da Cemig anunciado em 2017, e resultará na redução de sua participação na Light de 49% para cerca de 22%. “Apesar de esperarmos que a Cemig use os recursos brutos de R$ 620 milhões para reduzir sua dívida financeira, que totalizava R$ 14 bilhões em março de 2019, não haverá impacto significativo nas métricas de crédito ou na liquidez da empresa. Nesse sentido, os ratings da CEMIG e de suas subsidiárias operacionais, Cemig Distribuição S.A. (B/Estável/–, brA+/Estável/–) e Cemig Geração e Transmissão S.A. (B/Estável/–, brA+/Estável/–) permanecem inalterados”, conclui o relatório.