WEG encerra segundo trimestre com alta de 15,6% no lucro

Receita líquida de vendas da fabricante chegou a R$ 3,2 bilhões, valor 7,5% superior ao registrado no ano anterior. Geração solar distribuída segue como destaque em GTD

A fabricante de equipamentos WEG terminou o segundo trimestre de 2019 com lucro líquido de R$ 389 milhões, valor 15,6% maior que o apurado no mesmo período do ano anterior, e 26,8% superior ao primeiro trimestre. A empresa divulgou seus resultados financeiros nesta quarta-feira, 24 de julho, com destaque para a receita líquida de vendas, que cresceu 7,5% em relação ao ano passado e 12,1% na comparação com o primeiro trimestre, atingindo R$ 3,12 bilhões. Já o Ebitda da companhia subiu 15,4% frente a 2018, chegando a R$ 537,2 milhões.

Na análise da WEG, o mercado brasileiro mostrou-se positivo e continua apresentando crescimento nas principais linhas de negócio, ainda que em ritmo menor que o esperado no início deste ano. O segmento de geração apresentou redução de receita no mercado interno, resultado esperado devido a já antecipada menor participação de projetos de geração eólica. Por outro lado, as perspectivas seguem boas para a geração solar distribuída, que vem apresentando crescimento contínuo na entrada de pedidos nos últimos meses. Para as outras renováveis, como hidráulica e biomassa, a entrada de pedidos continua estável e deve seguir assim no restante do ano.

Já a parte de Transmissão e Distribuição (T&D) continua contribuindo positivamente para o crescimento da receita da fabricante, com a melhora na dinâmica de negócios em todas as linhas de produtos. As perspectivas também continuam positivas levando-se em conta que os leilões de transmissão realizados nos últimos anos devem contribuir com o desempenho dessa unidade.