Neoenergia lucra R$ 519 milhões no segundo trimestre

Ebitda no período é de R$ 1,36 bilhão. Lucro no semestre ficou em R$ 1,01 bilhão

A Neoenergia terminou o segundo trimestre do ano  com lucro líquido de R$ 519 milhões, resultado 32,40% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, de R$ 392 milhões. A empresa, que divulgou seus resultados nesta quarta-feira, 24 de julho, teve receita operacional líquida de R$ 6,57 bilhões, valor 5,42% acima da receita do segundo trimestre de 2018. Já o Ebitda da Neoenergia cresceu 19,67%, ficando em R$ 1,36 bilhão. O Capex no trimestre é de R$ 1,1 bilhão, o que mostra alta de 38,33%.

Em seis meses, o lucro subiu 48,02%, ficando em R$ 1,01 bilhão. A receita líquida ficou em R$ 13,4 bilhões, um aumento de 15,72% na comparação com o mesmo período do ano passado. O Ebitda apresentado é de R$ 2,69 bilhões, subindo 23,64%. Os investimentos chegaram a R$ 2,2 bilhões até junho, crescendo 54,64% em elação aos seis meses de 2018.

O número de clientes da Neoenergia registrou um aumento de 1,75%, ficando em 13,9 milhões. O volume de energia injetada no trimestre é de 16,6 GWh, crescendo 5,41%. No semestre, o volume teve alta de 5,19%, chegando a 34 GWh. As usinas do grupo geraram 3,76 GWh no trimestre, recuando 4,83%, enquanto no semestre elas geraram 8,1 GWh, queda de 2,98%.