EDP SP-MG finaliza segunda emissão de R$ 800 milhões em debêntures

Montante será pago em série única, com vencimento para 2039

A EDP concluiu a oferta pública de distribuição de R$ 800 milhões em debêntures emitidas pela sua subsidiária integral EDP Transmissão SP-MG, em série única e vencimento em 2039. Ao todo são 800 mil debêntures simples, com preço nominal de mil reais. A empresa é responsável pelo desenvolvimento, construção e operação do lote 18 do Leilão de Transmissão nº 05/2016. O empreendimento já recebeu a Licença Ambiental Prévia nº 610/2019 e aguarda a aprovação da Licença de Instalação, já requerida para o início das obras.

De acordo com a companhia, a emissão viabilizou uma alavancagem mínima de aproximadamente 54% do CAPEX, com prazo total de 20 anos e duration de 10,3 anos, ao custo de IPCA + 4,45% ao ano, resultando em custo da dívida pós-tax de IPCA + 2,81% ao ano para o acionista. Além disso, a escritura prevê a possibilidade de uma emissão adicional de até R$ 525 milhões, o que totalizaria em até 90% do CAPEX financiado. Em comparação ao retorno apresentado no âmbito do leilão, a estrutura de financiamento permite majorar a rentabilidade acima do intervalo de IRRa de 12% a 14%, conforme premissas divulgadas naquela data.

Com esta operação, a EDP fecha o ciclo dos financiamentos dos projetos de transmissão ganhos nos leilões de 2016 e 2017, reforçando a estratégia de diversificação de fontes competitivas de financiamento, com o objetivo de obter melhores retornos para seus projetos e acionistas, e com mitigação de riscos.