Aneel estabelece valores dos prêmios de risco hidrológico para 2020

Eles estão 23,7% acima dos valores calculados para 2019, por causa da piora no déficit de geração no ano passado

A Agência Nacional de Energia Elétrica estabeleceu os valores dos prêmios unitários da repactuação do risco hidrológico de geradores com contratos no mercado regulado, com vigência a partir de 2020. Os valores estão em média 23,7% acima dos que fora estabelecidos no ano passado para serem aplicados esse ano e 2018.

Segundo a Aneel, o acréscimo é resultante da inclusão dos dados relativos ao déficit de geração das usinas hidrelétricas em 2018. No ano passado, o GSF médio, que reflete esse déficit, ficou em 82%, no 2º pior resultado da série histórica iniciada em 2001.

A renegociação do risco hidrológico de uma usina pode ser feita total ou parcialmente pelo empreendedor, que paga o equivalente ao produto escolhido como prêmio pela transferência ao consumidor de todo o risco ou de uma parcela dele.