RGE irá ampliar subestação para reforçar atendimento no Sul

Investimento de R$ 3 milhões prevê novo transformador para SE na cidade de Santa Cruz do Sul, o que aumentará a capacidade energética do empreendimento em 50%

Com um investimento previsto em seu Planejamento Estratégico para auxiliar o desenvolvimento de cidades que são polos regionais, a RGE está aplicando importantes obras para o cenário energético de Santa Cruz do Sul e região. A última iniciativa diz respeito a ampliação de 50% da capacidade energética da Subestação Santa Cruz 2, que será modernizada, num investimento total de R$ 3 milhões. A previsão é de que as obras sejam concluídas até abril de 2020.

A ampliação da SE, além do aumento da potência instalada, também reforça todo sistema elétrico da região e garante maior robustez em manobras de transferência de carga em caso de contingências. Atualmente, além de Santa Cruz do Sul, os municípios de Vera Cruz e Passo do Sobrado dependem, direta ou indiretamente, do empreendimento.

Segundo o Gerente de Engenharia da RGE, Roberto Pressi, a modernização serve para melhorar ainda mais os níveis de atendimento aos clientes da região, representando um acréscimo muito significativo na capacidade de fornecimento de energético para a região. “Pelo menos 20 mil clientes se beneficiarão, direta ou indiretamente, destas melhorias. Garantindo o fornecimento inclusive para demandas maiores no futuro, a RGE possibilita o desenvolvimento econômico da região no que depender da energia elétrica”, ressalta Pressi.

A ampliação da SE Santa Cruz 2 se deve à instalação de um novo transformador de 37,5 MVA, além da substituição de outros equipamentos mais antigos por componentes novos, modernos e tecnológicos. Além do empreendimento, o município e a região ainda são atendidos pelas subestações Santa Cruz 1, Santa Cruz 3, Sinimbu.