Capacidade de armazenamento cai 0,7% no Sul e subsistema opera a 62,5%

Segundo o ONS, todos níveis seguem caindo em todos reservatórios do país, o que tem sido observado desde o começo de agosto. No SE/CO, recuo de 0,3% fez submercado ficar abaixo de 42%

Seguindo o que tem sido registrado desde o começo de agosto, todos reservatórios do país apresentaram queda em suas capacidades de armazenamento em relação ao dia anterior. A região Sul registrou redução de 0,7% e opera a 62,5%, segundo as informações relativas a operação da última segunda-feira, 19 de agosto, aferido pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A energia armazenável no mês segue em 28% da MLT, enquanto a armazenada marca 12.871 MW. As UHEs G.B Munhoz e Passo Fundo funcionam, respectivamente, com capacidades de 58,43% e 59,70%.

No Sudeste/Centro-Oeste do país a diminuição foi de 0,3%, fazendo o volume útil cair para 41,9%. A energia armazenada mostra 85.131 MW mês e a afluente permanece em 84% da MLT. A UHE Furnas trabalha com 44,95% e a usina de Nova Ponte com 42,87% de sua vazão. Os reservatórios do Nordeste contaram com redução de 0,2% nos níveis, que admitem 50,3%. A energia afluente foi para 49% e a armazenada indica 26.093 MW mês. A hidrelétrica de Sobradinho opera a 42,06%.

Por sua vez o subsistema Norte apresentou decréscimo de 0,3% e trabalha com 69,2% de sua vazão. A energia armazenada aparece com 10.406 MW mês e a energia afluente se encontra com 80% da MLT. A usina hidrelétrica de Tucuruí opera a 94,84%.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor, disponível para assinantes do CanalEnergia.