ONS: Carga de energia cai 0,8% em julho

Baixa produção industrial no país segue impactando no resultado

A carga de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional (SIN) apresentou variação negativa de 0,8% em julho em comparação com o mesmo período do ano passado, e de 1,1% em relação ao mês anterior. O SIN registrou ao todo 63.088 MW médios, informou o Operador Nacional do Sistema (ONS) em boletim divulgado nesta terça-feira, 20 de agosto.

Na análise por região, foram 36.486 MW médios de carga apresentada pelo submercado SE/CO (-1,5%), 10.997 MW médios no Sul (-0,4%), 10.168 MW médios no Nordeste (1,3%) e 5.437 MW médios no Norte (5%). A carga de energia elétrica é a soma do consumo e perdas elétricas. No acumulado dos últimos 12 meses, a carga do sistema apresentou uma variação positiva de 2% em relação ao mesmo período anterior.

Segundo o ONS, apesar do maior número de dias úteis, a ocorrência de temperaturas médias inferiores às ocorridas em julho de 2018, aliada ao baixo dinamismo da atividade econômica atual foram os principais responsáveis pelo desempenho da carga durante o mês. Já o resultado da carga ajustada sinaliza que fatores fortuitos contribuíram positivamente com apenas 0,3% na variação da carga do SIN. “A produção industrial vem frustrando as expectativas, impactada principalmente pela fraca demanda interna”, apontou o Operador, afirmando que o processo de retomada da economia brasileira deverá ocorrer de maneira gradual.