Canadian obtém financiamento de R$ 487 milhões para parques solares no Brasil

Construção e operação das plantas Francisco Sá e Jaíba, em Minas Gerais, serão custeadas ao longo de 23 anos pelo Banco Nacional do Nordeste do Brasil

A fabricante e fornecedora de soluções fotovoltaicas Canadian Solar obteve o financiamento adicional de R$ 487 milhões para os projetos referente as plantas solares de Francisco Sá e Jaíba, localizadas em Minas Gerais. Desde o início deste ano, a empresa canadense conseguiu R$ 782 milhões em financiamento de projetos solares com o Banco Nacional do Nordeste do Brasil (BNB).

As plantas de 114,3 MW de Francisco Sá e 112,4 MW de Jaíba serão custeadas ao longo de 23 anos nas fases de construção e operação dos projetos. A dívida indexada à inflação atrelada ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) proporcionará melhor alinhamento de capital e recursos com a economia brasileira. Os projetos devem ter suas construções iniciadas no quarto trimestre deste ano e entrada da operação comercial prevista para 2021.

Shawn Qu, Presidente e CEO da Solar canadense, disse estar muito satisfeito em fechar esses terceiro e quarto financiamentos de projetos consecutivos com o BNB, num movimento que afirma o apoio do setor público em fortalecer a demanda social por uma infraestrutura de energia solar limpa e acessível ao Brasil. “Como financiador do mercado de renováveis de mais rápido crescimento na América latina, a participação contínua do BNB promove nossa confiança no potencial de longo prazo do país dentro do setor de energia verde “, comentou.

O financiamento do Banco em vários projetos da companhia contribuirá para construção de uma das maiores usinas solares bi-faciais de alta eficiência no continente americano. São projetos que serão alimentados por módulos fotovoltaicos de alta eficiência, incluindo os da tecnologia BiHiKu.