Márcio Félix pede demissão da Secretaria de Petróleo e Gás do MME

Secretário alegou razões pessoais para deixar cargo. Bento Albuquerque manifestou agradecimento pelos serviços prestados

O ministro Bento Albuquerque aceitou nesta segunda-feira, 2 de setembro, o pedido de demissão do secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix. A exoneração já foi publicada no Diário Oficial da União. Em carta ao ministro, Félix alegou razões estritamente pessoais para deixar o cargo. O secretário estava no Ministério de Minas e Energia desde julho de 2016, sendo que em parte de 2018 trocou a secretaria de Petróleo pela Secretaria-Executiva do MME.

Em carta para Albuquerque, Márcio Félix reitera o apoio integral ao trabalho liderado pelo ministro. O agora ex-secretário se coloca ainda à disposição para ajudar na execução de políticas públicas relacionadas ao setor, considerado por ele fundamental para a prosperidade do país. “Agradeço de coração a confiança em mim depositada bem como a relação fraternal desenvolvida”, diz na carta.

Na resposta a Félix, Albuquerque relata que ele soube lidar muito bem com o dilema de identificar prioridades e dar celeridade a temas importantes para o desenvolvimento do país, conciliando demandas e divergências. “Expressamos os nossos agradecimentos e reconhecimento pelos valorosos serviços prestados à Pasta, ao Governo e ao Brasil”, disse.