Preço spot de energia recua 19% em três regiões do país

Resultado reflete, principalmente, a redução da previsão nacional de carga de energia para 2019

O preço da energia elétrica no mercado à vista recuou, em média, 19% nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) na última sexta-feira, 30 de agosto.

O Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para a primeira semana de setembro (31 de agosto a 06 de setembro de 2019) foi fixado em R$ 200,69/MWh para os submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul, influenciado principalmente pela redução da carga em todo o horizonte em função da 2ª Revisão Quadrimestral da Carga e pela antecipação do cronograma de ofertas eólicas e fotovoltaicas. Já no Nordeste e no Norte, o preço aumentou apenas 1% indo para R$ 200,34/MWh.

Segundo a CCEE, espera-se que em agosto as afluências do Sistema Interligado Nacional (SIN) fechem em torno de 64% da média histórica, ficando abaixo da média para todos os submercados. Na região Sudeste, a expectativa é de 81%; no Sul é de 30%; no Nordeste, 47% e, na região Norte, 82% da Média de Longo Termo (MLT).

Já para o mês de setembro, a expectativa de vazões é em torno de 65% da média para o sistema, ficando abaixo da média para todos os submercados: 74% na região Sudeste, 55% no Sul, 43% no Nordeste e no Norte 69% da MLT.

A carga do SIN prevista para a próxima semana ficará 1.450 MW médios abaixo da expectativa anterior, com redução esperada, principalmente no Sudeste. As previsões apresentaram uma diminuição de -1.675 MW médios para o submercado Sudeste, -115 MW médios para o Sul e para o Norte -15 MW médios. Nos submercado Nordeste, a expectativa é de aumento (+ 336 MW médios). Para o longo prazo (período de setembro de 2019 a dezembro de 2023), a previsão de carga está, em média, 550 MW médios mais baixa.

Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 475 MW médios acima do esperado, com elevação no Sudeste (+475 MW médios), Nordeste (+50 MW médios) e para o Norte (+110 MW médios). Já, no submercado Sul, os níveis ficaram abaixo da previsão anterior (-160 MW médios).

O fator de ajuste do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) para o mês de agosto de 2019 é de 49,7% e para o mês de setembro a previsão é de 54,6%.

O Encargo do Serviço do Sistema (ESS) previsto para agosto de 2019 está em R$ 350 mil, sendo em sua totalidade referente às restrições operativas. Para setembro de 2019, a previsão é nula. A análise detalhada do comportamento do PLD pode ser encontrada no boletim InfoPLD, divulgado semanalmente no site da CCEE.