Light leva multa de R$ 29,5 milhões por explosão subterrânea em 2016

Aneel aprovou aplicação da penalidade à distribuidora por não assegurar a segurança da população na prestação do serviço de fornecimento de energia elétrica

A diretoria da Aneel aprovou nesta terça-feira, 3 de setembro, a aplicação de uma multa de aproximadamente R$ 29,586 milhões à Light por não conformidades identificadas no episódio da explosão no sistema subterrâneo de distribuição da empresa, em setembro de 2016.

Em nota no seu site, a Agência afirmou que entre as não conformidades apresentadas pela empresa no episódio está a de “não assegurar a segurança da população na prestação do serviço de fornecimento de energia elétrica”.