UHE Sinop recebe liberação comercial para segunda turbina

Aneel aprovou hidrogerador de 200,9 MW de potência instalada no Mato Grosso, além de eólica na Bahia e no Rio Grande do Norte

A Hidrelétrica de Sinop, situada no rio Teles Pires, entre os municípios de Cláudia e Itaúba, no Mato Grosso, recebeu autorização da Aneel para operação comercial de sua segunda turbina, de aproximadamente 200,9 MW de potência, e que junto a outra unidade já em funcionamento somam os 401,8 MW previstos para a usina operada pela Sinop Energia, concessionária responsável pela construção e exploração do empreendimento, que tem como acionistas a EDF Norte Fluminense, Chesf e Eletronorte.

A Agência também deu provimento ao pedido da empresa Angical 2 Energia S.A. e aprovou a operação comercial da central de geração eólica Angical 2. A decisão envolve cinco aerogeradores de 1 MW, perfazendo um total de 10 MW de capacidade instalada em Pindaí, Bahia.

Já a eólica GE Maria Helena, recebeu parecer positivo do órgão regulador para testar uma unidade geradora de 2,1 MW em São Bento do Norte, no Rio Grande do Norte.