Engie vai fornecer energia para novo aeroporto de Florianópolis até 2023

Companhia que também atende outros sete aeroportos de diferentes capitais brasileiras expande sua atuação por meio geração eólica, solar e biomassa

A Engie Brasil Energia irá abastecer o novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, de Florianópolis, até 2023, com energia renovável proveniente de seu parque gerador, composto por usinas eólicas, solar e biomassa. A companhia, que também atende outros sete aeroportos de diferentes capitais brasileiras, reúne um portfólio adequado de soluções para esse tipo trabalho, como acontece também no aeroporto Charles de Gaulle, na França.

Aberto ao público no dia 1º de outubro, o novo terminal da capital catarinense contou com investimentos de R$ 570 milhões, num empreendimento que possui uma área de 49 mil m², quatro vezes maior que a atual, e capacidade para oito milhões de passageiros por ano. A administração é de responsabilidade do grupo suíço Zurich Airport, que ganhou a concessão para operar por 30 anos.

Na avaliação de Eduardo Sattamini, CEO da Engie Brasil Energia, a empresa “possui todos os requisitos para atender as empresas concessionárias de aeroportos, que buscam economia, flexibilidade e confiabilidade no fornecimento de energia”, afirma o diretor-presidente. Além de aeroportos, a companhia visa atender empresas, pessoas e cidades, o que inclui soluções de eficiência energética, gestão e monitoramento de energia e utilidades, gestão predial e industrial, geração fotovoltaica distribuída e mobilidade urbana elétrica.