Volume diminui 0,3% e reservatórios do Nordeste operam a 42,7%

Região Sul não apresentou variação negativa na capacidade de armazenamento pela primeira vez em dois messes, enquanto outros subsistemas seguem em queda

Em mais um dia sem elevação nos níveis dos reservatórios brasileiros, a região Nordeste apresentou recuo de 0,3% na capacidade de armazenamento, que ficou em 42,7%, informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a partir de dados da operação da última segunda-feira, 7 de outubro. A energia afluente se encontra em 30% e a armazenada afere 22.153 MW mês. A hidrelétrica de Sobradinho funciona a 35,03%.

E pelo segundo dia seguido um dos subsistemas do país não registrou variação em seu volume útil, no caso o Sul, que segue com 40,8%. A energia afluente no mês ficou em 32% da MLT, enquanto a armazenada marca os mesmos 8.931 MW do dia anterior. As UHEs G.B Munhoz e Passo Fundo funcionam, respectivamente, a níveis de 27,42% e 42,42%. O Sudeste e Centro-Oeste do país teve redução de 0,2% e opera a 29,1% de sua vazão. A energia armazenada indica 59.169 MW mês e a afluente está em 58% da MLT. A UHE Furnas trabalha com 26,41% e a usina de Serra da Mesa com 17,12% de sua vazão.

Por sua vez a região Norte contou com a maior alteração do dia: 0,5%, fazendo os reservatórios recuarem para 45,1%. A energia contida admite 6.785 MW, enquanto a armazenável aparece com 64%. A usina de Tucuruí opera com 60,21% de seu volume útil.

Outras informações sobre níveis de armazenamento, bem como a geração de gráficos comparativos, podem ser acessadas na Seção Reservatórios do Monitor, disponível para assinantes do CanalEnergia.