Hidrelétrica de Belo Monte obtém autorização para testar 17ª turbina

Unidade geradora possui 611,1 MW de potência. Aneel também liberou térmica para operação comercial no Amazonas

A hidrelétrica de Belo Monte, localizada em Vitória do Xingu, no Pará, já pode iniciar a operação em teste de seu 17º hidrogerador, com 611,1 MW de potência, que recebeu a autorização da Aneel nesta quinta-feira, 10 de outubro, publicada no Diário Oficial da União.

Outro provimento da agência reguladora foi para a geradora Oliveira Energia, que já pode operar comercialmente a termelétrica Manaquiri-COE, situada no município de Manaquiri, no Amazonas. A decisão contempla duas unidades geradoras de 321 kW cada, duas de 1,3 MW e 13 de 487 kW cada, totalizando 10,2 MW de capacidade instalada.

O órgão regulador também atendeu à solicitação das empresas Brasil Bio Fuels e Amazonbio – Indústria e Comércio de Biodiesel da Amazônia e aprovou testes na UTE Palmeiras – CGA, envolvendo as unidades UG1 e UG2, de 315 kW cada, totalizando 630 kW de capacidade instalada em Atalaia do Norte, município amazonense. Também no Amazonas, a Aggreko teve a térmica Murituba – CGA autorizada para testes de três unidades de 297 kW, perfazendo 891 kW de potência no município de Codajás.