E

EEI (EEI)

O Instituto Elétrico Edison é uma organização comercial americana com sede em Washington, D.C. Seus membros fornecem mais de 78% da eletricidade do país e atendem mais de 75% dos seus consumidores elétricos. (EUA)

Efeito estufa (Greenhouse Effect)

O aumento da temperatura média da superfície do globo terrestre, que se acredita ser causado por gases na atmosfera (incluindo dióxido de carbono, metano, óxido nitroso, ozônio e clorofluorcarbono). O efeito estufa permite que a radiação solar penetre, mas absorve a radiação infravermelha que retorna para o espaço.

Eficiência (Efficiency (E))

Com relação ao calor, é uma porcentagem que indica a entrada disponível em Btu que é convertida em fins úteis. Geralmente aplicada a equipamento de combustão.(EUA)

Saída em Btu
———————-
Entrada em Btu

EIA (EIA)

Administração de Informação Energética. Uma agência do governo federal dos EUA que, entre outras coisas, é o principal serviço federal de estatísticas com informação sobre energia. (EUA)

Eixo do Curso D´água (Axis of Stream or Thalweg)

Lugar geométrico dos pontos médios tomados na superfície d’água, segundo as seções transversais levantadas na calha principal.

Elasticidade da Demanda (Elasticity of Demand)

O grau em que a demanda do consumidor por um produto responde a mudanças de preço, disponibilidade ou outros fatores. (EUA)

Elemento (Element)

Qualquer dispositivo elétrico que tenha terminais que possam ser ligados a outros dispositivos elétricos (geralmente limitados a gerador, transformador, circuito, disjuntor ou barramento). (EUA)

Elemento Limitante (Limiting Element)

Dispositivo em um sistema que tem a menor classificação energética, assim fixando a quantidade máxima de energia que pode ser transferida. (EUA)

Eletricidade (Electricity)

A eletricidade é uma energia derivada que pode ser produzida a partir da maioria das formas energéticas. O mais importante processo da sua produção consiste em recorrer a um gerador ou alternador que converte a energia mecânica fornecida por um processo térmico ou por uma turbina hidráulica. Na maioria das suas aplicações, a eletricidade é uma energia de rede que deve ser produzida no momento do seu consumo.

Embocadura (Headstation)

Ponto de recepção do tubo principal em um duto de gás. (EUA)

Emergência de Capacidade (Capacity Emergency)

Uma condição que existe quando a carga de um sistema ou conjunto excede sua capacidade operacional e a margem de reserva cíclica, mais as compras firmes de outros sistemas e a importação disponível de sistemas adjacentes. (EUA)

Emergência de Energia (Emergency Energy)

Uma emergência de energia existe quando um sistema ou sistemas não têm um suprimento adequado de combustível (inclusive água para unidades hidrelétricas) para dar as seus consumidores os requisitos de energia esperados durante um dado período. (EUA)

Encargo de Armazenagem (Carrying Charge)

Custos de armazenagem de uma mercadoria física, incluindo custos de estocagem, seguro, juros e/ou custo de oportunidade, isto é, custo que decorre das escolhas que têm de ser feitas.(EUA)

Encargos de Serviços do Sistema (ESS) (System Service Charges – ESS)

Valores monetários destinados à recuperação do custo, não coberto pelo preço do MAE, incorrido na manutenção do atendimento dos sistemas interligados dentro de condições operativas padronizadas.

Enchimento (Filling, Accumulation)

Acumulação de água em um reservatório durante um período considerado.

Encolhimento de Gás (Shrinkage)

A redução no volume de gás natural úmido devida à remoção de líquidos, sulfeto de hidrogênio, dióxido de carbono, vapor d’água e outras impurezas do gás natural. (EUA)

Energia (Energy)

A capacidade de realizar trabalho (energia potencial) ou a conversão dessa capacidade em movimento (energia cinética). A energia tem várias formas, algumas das quais são facilmente conversíveis em outra forma útil de trabalho. A maior parte da energia conversível do mundo provém de combustíveis fósseis que são queimados produzindo calor, que é então usado como meio de transferência para meios mecânicos ou outros, a fim de realizar tarefas.

Energia Armazenada (Storage Energy or Energy in Storage))

Energia equivalente de água armazenada em um reservatório acima da cota mínima normal.

Energia Assegurada (Assured Power)

A energia assegurada de cada usina hidrelétrica constitui o seu limite de contratação. Considera-se energia assegurada de cada usina hidrelétrica a fração a ela alocada da energia assegurada global do sistema. Esta alocação da energia assegurada e suas revisões são propostas em conjunto pelo ONS e o planejamento setorial, sendo homologadas pela ANEEL. Decreto no 2.655, de 2 de julho de 1998

Energia de Back-up (Back-up Power)

Energia fornecida em termos contratuais para um usuário quando a fonte normal está indisponível. (EUA)

Energia de Emergência (Energy Emergency)

Eletricidade adquirida por um integrante do sistema, quando um evento neste sistema resulta em capacidade operacional insuficiente para cobrir seus próprios requisitos de demanda a curto prazo. (EUA)

Energia de Excesso (Surplus Energy)

Capacidade de geração de energia que está além das necessidades imediatas da produção de energia. Essa energia pode ser vendida em uma base interrompível ou como energia firme. (EUA)

Energia Econômica (Economy Energy)

Energia vendida em uma base não firme e sujeita ao cancelamento por vontade do vendedor. (EUA)

Energia Elétrica (Electric Energy)

Calor disponível em eletricidade; um kilowatt-hora é igual a 3.412, 97 Btu.

Energia Elétrica Ativa (Active Power)

Energia elétrica que pode ser convertida em outra forma de energia, expressa em quilowatts-hora (kWh).

Energia Elétrica Reativa (Reactive Power)

Energia elétrica que circula continuamente entre os diversos campos elétricos e magnéticos de um sistema de corrente alternada, sem produzir trabalho, expressa em quilovolt-ampère-reativo-hora (kvarh).

Energia Firme (Firm Energy)

Vendas de energia que, embora não sujeitas à interrupção por motivos econômicos, podem ser interrompidas em condições de força maior. (EUA)

Energia Hidráulica (Hydropower)

A utilização da energia cinética e potencial das águas pela humanidade remonta a tempos imemoriais, já que desde sempre se instalaram variados dispositivos nas margens e nos leitos dos rios. Foi, porém, no século XIX que o aproveitamento dessa forma de energia se tornou mais atraente do ponto de vista econômico pois, com a invenção dos grupos geradores de energia elétrica e a possibilidade do transporte de eletricidade a grandes distâncias, se conseguiu obter um elevado rendimento econômico desse aproveitamento.

Energia na Ponta (On-Peak Energy)

Eletricidade fornecida durante um período de altas demandas do sistema, como especificado pelo fornecedor. (EUA)

Energia Não Firme (Non-firm Energy)

Energia que não se garante ser continuamente disponível. Energia não firme é disponível em quantidades variáveis dependendo da estação e condições meteorológicas. (EUA)

Energia Renovável

Vide Recurso Renovável

Energia Suja (Dirty Power)

Distúrbios transitórios na transmissão que são indetectáveis por equipamentos que não sejam computadores e outros equipamentos eletrônicos sensíveis (EUA)

Energia Velha (Old Power)

Toda energia produzida pelas hidrelétricas estatais cujos investimentos já foram amortizados, no todo ou em parte. Os custos da geração desta energia é baixo quando comparado aos da geração de novos empreendimentos.

Enfraquecimento (Brownout)

A redução parcial da voltagem elétrica devido à demanda do consumidor ser maior do que a prevista, ou a uma falha do sistema de geração, transmissão ou distribuição. Um enfraquecimento faz a luz diminuir e desacelera dispositivos motorizados.(EUA)

Engolimento (Turbine Full-Gate Discharge)

Vazão máxima permissível a uma turbina hidráulica, para uma determinada queda.

Enriquecimento (Enriching)

Aumento do conteúdo calórico do gás natural pela mistura com um gás de maior conteúdo de Btu (geralmente propano). (EUA)

Entrega (Delivery”)

No contexto do mercado futuro, é receber a mercadoria física e dela cuidar para satisfazer um contrato futuro. (EUA)

Entregas de Energia (Energy Deliveries)

Energia gerada por um sistema de “concessionária” elétrica e entregue a outro sistema através de uma ou mais linhas de transmissão. (EUA)

Enxofre (Sulfur)

Um dos elementos presentes em quantidades variáveis no carvão e óleo combustível (óleo residual), que contribui para a degradação ambiental, quando estes são queimados. Em termos de conteúdo de enxofre por peso, o carvão é geralmente classificado como baixo (menos do que, ou igual a 1 por cento), médio (maior do que 1 e menor que, ou igual a 3 por cento) e alto (maior do que 3 por cento). O conteúdo de enxofre é medido como porcentagem em peso, com base no carvão “recebido” ou “seco” (isento de umidade, geralmente parte de uma análise de laboratório).

Equipe do Sistema (System Personnel)

Pessoas com a capacidade de afetar as operações do sistema e que devem obedecer a autoridade investida pelo Operador do Sistema. Podem incluir operadores de usina energética, pessoal de manutenção, programadores de energia, “comerciantes” de energia, etc. (EUA)

Especialista de Mercado (Market Makers)

Um participante do mercado que fornece liquidez ao mesmo continuamente, cotando preços pelos quais venderá ou comprará um instrumento particular. Vários bancos comerciais e de investimento que comercializam swaps e detêm portfólios significativos de contratos de swap. (EUA)

Especuladores (Speculators)

Aqueles que usam opções para assumir um risco e os ganhos/as perdas associados com esse risco.

Especular (Speculate)

(1)Assumir uma posição com a intenção de retorno crescente. O indivíduo ou empresa que especula não usa nem fornece a (commodity) mercadoria subjacente, mas está disposto a assumir parte do risco de preço associado com a mercadoria, para que tenha um retorno. Os especuladores dão liquidez ao mercado.
2. Efetuar transações como numa espécie de jogo, visando a lucrar com facilidade pela mudança rápida da situação do mercado.(Michaelis)

Estabilidade (Stability)

Estabilidade de um sistema energético é sua capacidade de restaurar as forças iguais ou maiores do que as forças perturbadoras, para manter um estado de equilíbrio. (EUA)

Estação Chaveadora (Switching Station)

Equipamento usado para interligar dois ou mais circuitos através de chaves. As chaves são seletivamente arranjadas permitindo que um circuito seja desligado, ou que mude a ligação elétrica entre os circuitos.(EUA)

Estação Compressora (Compressor Station)

Equipamento que fornece energia para transportar gás natural dentro de um gasoduto pelo aumento da pressão do gás no lado da descarga da estação, comparada com o lado da entrada. (EUA)

Estágios de Desenvolvimento do Potencial Hidráulico – Individualizado (Stages of Hydroelectric

Resultado de estimativa realizada em escritório para um determinado local, a partir de dados existentes ou levantamentos expedidos, sem qualquer levantamento detalhado.

Estágios de Desenvolvimento do Potencial Hidráulico – Inventário (Stages of Hydroelectric Deve

Resultado de estudo da bacia hidrográfica, realizado para determinação do seu potencial hidrelétrico através da escolha da melhor alternativa de divisão de queda, caracterizada pelo conjunto de aproveitamentos compatíveis entre si e com projetos desenvolvidos de forma a obter uma avaliação da energia disponível, dos impactos ambientais e dos custos de implantação dos empreendimentos.

Estágios de Desenvolvimento do Potencial Hidráulico – Projeto Básico (Stages of Hydroelectric

Aproveitamento detalhado, com orçamento definido, em profundidade que permita a elaboração dos documentos de licitação das obras civis e do fornecimento dos equipamentos eletromecânicos.

Estágios de Desenvolvimento do Potencial Hidráulico – Remanescente (Stages of Hydroelectric De

Resultado de estimativa, realizada a partir de dados existentes, sem qualquer levantamento complementar, considerando um trecho do curso d´água, geralmente na cabeceira do rio, sem determinar o local de implantação do aproveitamento.

Estágios de Desenvolvimento do Potencial Hidráulico – Viabilidade (Stages of Hydroelectric De

Resultado da concepção global do aproveitamento, considerando sua otimização técnico-econômica, compreendendo o dimensionamento das estruturas principais e das obras de infra estrutura local, a definição da respectiva área de influência, do uso múltiplo da água e dos efeitos sobre o meio ambiente.

Estágios de Desenvolvimento do Potencial Hidráulico -Construção (Stages of Hydroelectric Devel

Aproveitamento que teve suas obras iniciadas, sem nenhuma unidade geradora em operação.

Estágios de Desenvolvimento do Potencial Hidráulico -Operação (Stages of Hydroelectric Develop

Aproveitamento que dispõe de pelo menos uma unidade geradora em operação.

Estrutura tarifária (Tariff Structure)

Conjunto de tarifas aplicáveis às componentes de consumo de energia elétrica e/ou demanda de potência ativas de acordo com a modalidade de fornecimento.

Estrutura tarifária convencional (Conventional Tariff Structure)

Estrutura caracterizada pela aplicação de tarifas de consumo de energia elétrica e/ou demanda de potência independentemente das horas de utilização do dia e dos períodos do ano.

Estrutura tarifária horo-sazonal (Time of Use-Seasonal Tariff Structure)

Estrutura caracterizada pela aplicação de tarifas diferenciadas de consumo de energia elétrica e de demanda de potência de acordo com as horas de utilização do dia e dos períodos do ano, conforme especificação a seguir:

a) Tarifa Azul: modalidade estruturada para aplicação de tarifas diferenciadas de consumo de energia elétrica de acordo com as horas de utilização do dia e os períodos do ano, bem como de tarifas diferenciadas de demanda de potência de acordo com as horas de utilização do dia.

b) Tarifa Verde: modalidade estruturada para aplicação de tarifas diferenciadas de consumo de energia elétrica de acordo com as horas de utilização do dia e os períodos do ano, bem como de uma única tarifa de demanda de potência.

c) Horário de ponta (P): período definido pela concessionária e composto por 3 (três) horas diárias consecutivas, exceção feita aos sábados, domingos,terça-feira de carnaval, sexta-feira da Paixão, “Corpus Christi”, dia de finados e os demais feriado

Estudo de Custo de Serviço (Cost of Service Study)

Um estudo destinado a determinar o custo de fornecimento de serviço a várias classes de consumidores, usado como base para estabelecer várias tarifas de serviço elétrico e de gás. Fatores que devem ser considerados no projeto tarifário são o valor do serviço, o custo de serviços competitivos, volume e fator de carga do sistema, equalização e estabilização da renda, fatores promocionais e sua relação com o crescimento social e econômico da área de serviço, fatores políticos como tamanho das contas mínimas e fatores regulatórios. (EUA)

Etano (Ethane C2H6)

Molécula de hidrocarboneto contendo dois átomos de carbono e seis de hidrogênio, usado como matéria prima petroquímica de produtos químicos e plásticos, e como solvente em processos avançados de recuperação de óleo.

Etileno (Ethylene C2H4)

Molécula de hidrocarboneto contendo dois átomos de carbono e quatro de hidrogênio, usado como matéria prima petroquímica de produtos químicos e plásticos, e como solvente em processos avançados de recuperação de óleo.

Excedente Financeiro (Financial Excess)

Diferença positiva entre o total de pagamentos e o total de recebimentos no MAE que surge devido à diferença de preços entre os submercados.

Exercício da Opção (Exercising the Option)

A ação tomada pelo proprietário de uma opção de compra, se ele quiser exercer o direito de comprar o instrumento subjacente ou liquidá-lo à vista, ou pelo dono de uma opção de venda se quiser vender o contrato do instrumento subjacente ou liquidá-lo à vista.