R

Racionamento (Rationing)

Redução compulsória do fornecimento de energia elétrica aos consumidores finais, decretada pelo Poder Concedente.

Ramal de ligação (Service Drop)

Conjunto de condutores e acessórios instalados entre o ponto de derivação da rede da concessionária e o ponto de entrega.

Reajustado em Mercado (Marked-to-Market)

O reajuste no valor de um instrumento derivativo ou de uma posição de produto com relação ao valor corrente de mercado de seu instrumento subjacente.

Reajuste de Energia Comprada (Purchased Power Adjustment)

Uma cláusula em um plano tarifário que prevê reajustes na conta quando é comprada energia de um outro sistema elétrico e que varia por uma quantia unitária básica especificada. (EUA)

Reajuste Indefinido de Preço (Indefinite Price Escalator)

Previsão contratual que permite futuros ajustes de preço que não podem ser determinados quando o contrato for executado; p. ex. cláusula de taxa de área, cláusula de nações mais favorecidas. (EUA)

Reator Nuclear (Nuclear Reactor)

Um dispositivo no qual uma reação de fissão em cadeia pode ser iniciada, mantida e controlada. Reatores nucleares são usados na indústria de energia para produzir vapor para eletricidade

Rebaixamento Gerador (Derating (Generator))

Redução da capacidade confiável efetiva de uma unidade geradora até um ponto abaixo da classe nominal do fabricante.(EUA)

Receita Média por kilowatt-hora (Average Revenue per Kilowatt-hour)

Calculada pela divisão da receita mensal total de algum período pelas correspondentes vendas totais de kWh.

Receitas Advindas da Aplicação de Penalidades (Penalty-Generated Revenues)

Valores monetários obtidos em decorrência da aplicação de penalidades aos Agentes do MAE

Reclassificação (Rerating)

Mudança na capacidade de um gerador devida a mudanças em condições tais como idade, equipamentos auxiliares, refrigeração, etc. (EUA)

Recurso Renovável / Energia Renovável (Renewable Resource)

Uma fonte energética constante ou ciclicamente renovada pela natureza, i. é, solar, eólica, hidrelétrica, geotérmica, biomassa ou fontes energéticas similares.

Recursos Carboníferos (Coal Resources)

A soma de todos depósitos de carvão, os identificados e os não descobertos.

Recursos do Lado da Demanda (Demand-Side Resources)

Recursos do lado da demanda são aqueles que permitem o “gerenciamento do lado da demanda” (DSM).

Recursos do lado do medidor visto pelo consumidor, que podem tomar a forma de economia ou controle de carga, planejados para adiar ou reduzir requisitos de capacidade adicional de geração na rede elétrica.

Exemplos de economia incluem:

– Troca de lâmpadas incandescentes por iluminação altamente eficiente.
– Maiores níveis de isolação nas casas e prédios.
– Incentivo à troca de ar condicionado antigo e ineficiente por unidades de alta eficiência.

Exemplos de controle de carga incluem:

– Rodízio remoto de ar condicionado ou aquecedores de água pela “concessionária” controladora.
– Contratos para uso pelos consumidores de unidades locais de geração em horários de ponta.
– Contratos com consumidores industriais para interupçção de carga sob demanda.

Geralmente é necessário que a “concessionária” pague a implementação de programas de g

Rede (Grid)

A topologia do sistema de transmissão elétrica ou de uma rede de transmissão sincronizada.

Rede Básica (Base Network)

Sistema elétrico interligado constituído pelas linhas de transmissão, barramentos, transformadores de potência e equipamentos com tensão igual ou superior a 230kVou instalações em tensão inferior, quando especificamente definidas pela ANEEL

Rede de Distribuição (Distribution Network)

Rede destinada à distribuição de energia elétrica no interior de uma região delimitada. Conjunto de instalações de distribuição de energia elétrica, com tensão inferior a 230kV ou instalações em tensão igual ou superior, quando especificamente definidas pela ANEEL.

Rede de Transmissão (Transmission Grid)

Um sistema interligado de linhas de transmissão elétrica e equipamentos associados para a transferência de energia elétrica em bloco entre pontos de oferta e demanda. (EUA)

Rede Elétrica (Electricity Network)

Conjunto de linhas e outros equipamentos ou instalações elétricas, ligados entre si, permitindo o movimento de energia elétrica.

Um sistema interligado de linhas de transmissão elétrica, transformadores, chaves e outros equipamentos ligados de forma a prover a transmissão confiável de energia elétrica de geradores múltiplos para centros de carga múltiplos. Uma rede implica em redundância, graças ao uso de múltiplos caminhos paralelos de fluxo.

Redes de Transmissão (Transmission Network)

Conjunto de linhas de transmissão utilizadas para o transporte de energia.

Redução de Manutenção (Maintenance Derating)

A remoção de um componente para reparos programados que podem ser adiados para além do encerramento do próximo final de semana, mas que exigem uma redução de capacidade antes do próximo desligamento planejado. (EUA)

Redução de Voltagem (Voltage Reduction)

Qualquer redução intencional de voltagem do sistema de 3 por cento ou mais, para se manter a continuidade do serviço do sistema global de fornecimento de energia elétrica. (EUA)

Redução Efetiva de Ponta (Actual Peak Reduction)

A redução efetiva na carga de ponta anual do sistema (medida em kilowatts), conseguida por meio da participação do consumidor em um programa de DSM da “concessionária” (vide DSM – Demand Side Management – Gerenciamento do Lado da Demanda). Reflete as mudanças na demanda de eletricidade resultantes de um programa DSM de “concessionária” em vigor enquanto “concessionária” passa por sua carga de ponta anual do sistema, em contraposição à capacidade de redução de ponta da carga instalada (i.é, redução potencial de ponta)

Redução Forçada (Forced Derating)

Um defeito não planejado de componente (imediato, atrasado, adiado) ou outra condição que requeira redução da carga na unidade imediatamente, ou antes do próximo fim de semana. (EUA)

Redução Planejada (Planned Derating)

Redução prevista na capacidade, para remoção programada de um componente para conserto, com uma duração pré-determinada. (EUA)

Redução Térmica de Usina Processadora de Gás– PTR (Plant Thermal Reduction (PTR))

O equivalente em Btu dos produtos líquidos extraídos do gás natural por uma usina processadora de gás, mais o gás natural usado como combustível da usina para extrair tais líquidos, chama da usina e outras perdas. Quando expresso em volume (Mcf), a redução térmica da usina é chamada de Redução no Volume da Usina (PVR). (EUA)

Reformação (Reforming)

Um processo químico que usa o calor em presença de um catalisador para decompor uma substância nos componentes desejados; p. ex. o gás natural e óleos leves podem ser reformados em gás combustível de Btu menor. Também usado para descrever o processo de refinação da gasolina para queima com menor emissão. (EUA)

Regras do Mercado (Market Rules)

Conjunto de normas comerciais definidas pela ANEEL e de cumprimento obrigatório pelos agentes no âmbito do MAE.

Regulação Primária (Primary Regulation)

Modificação da potência da turbina pelo seu regulador, em função da velocidade de rotação(freqüência).

Regulamentação / Regulação (Regulation)

A função governamental de controlar ou dirigir entidades econômicas através do processo de regras e adjudicações.

Religação (Reconnection)

Procedimento efetuado pela concessionária com o objetivo de restabelecer o fornecimento à unidade consumidora, por solicitação do mesmo consumidor responsável pelo fato que motivou a suspensão.

Rendimento (Revenue)

(1)Quantidade total de dinheiro recebida por uma empresa pela venda de seus produtos e/ou serviços, ganhos das vendas ou troca de bens, juros e dividendos ganhos pelos investimentos, e outros acréscimos no patrimônio do proprietário, exceto aqueles resultantes de ajustes de capital.

(2) Receita de uma empresa, preço a que vende multiplicado pelo número de unidades vendidas. Outros nomes são: renda bruta (gross income) e recebimentos brutos (gross receipts). (Michaelis)

Rendimentos Anuais (Annual Effects)

Rendimentos totais, de processos, no uso de energia (medido em kilowatt-horas) e a carga de pico (medida em kilowatts) efetivados por todos participantes nos programadas de DSM que estiveram em funcionamento ativo durante um período de um ano. (EUA)

Rendimentos de Energia (Energy Effects)

Mudanças no uso agregado de eletricidade (medido em MWh) para consumidores que participem de um programa DSM da “concessionária”. Os Rendimentos de Energia deveriam demonstrar mudanças pelo medidor do consumidor (i.é, excluindo rendimentos de transmissão e distribuição) e refletir apenas as atividades empreendidas especificamente em resposta aos programas administrados pela “concessionária”.

Repartidor de Cargas (Despacho) (Load Partitioner (Dispatch))

Órgão cuja função é comandar a entrada em serviço e a saída dos grupos e das centrais, repartindo as cargas. Em geral comanda igualmente a interligação das redes diretamente interessadas.

Repotencialização de Usina a Vapor (Repowering)

A substituição parcial ou completa do sistema existente de fornecimento de vapor por um novo (e em geral tecnologicamente diferente). A maioria dos outros sistemas e componentes, inclusive o gerador com turbina a vapor, são recondicionados e reutilizados. A repotencialização geralmente aumenta a produção da usina e reduz sua taxa calórica, melhorando assim a eficiência geral.(EUA)

Represa/Reservatório (Reservoir)

Grande depósito formado artificialmente fechando um vale mediante diques ou barragens e no qual se armazenam as águas de um rio com o objetivo de as utilizar na regularização de caudais, na irrigação, no abastecimento de água, na produção de energia elétrica, etc.

Requisito de Rendimento (Revenue Requirement)

Total de receitas (rendimentos) que uma “concessionária” deve ganhar para cobrir a soma de suas despesas estimadas de operação e manutenção, serviço da dívida, impostos e a taxa de retorno permitida. O requisito de rendimento costuma ser definido como:

Requisito de rendimento = despesas + depreciação + impostos + (taxa de retorno x base tarifária) ou

RR = E + D + T + (r x RB)

E = Despesas operacionais (incluindo impostos, menos o de renda)
D = Despesa de depreciação
T = Imposto de renda
r = Taxa de retorno (porcentagem autorizada para a “concessionária”)
RB = Base tarifária (investimento líquido em instalações para servir os consumidores)
(EUA)

Requisitos Energéticos Completos (Requirements, Full)

Venda de um fornecedor para um comprador na qual o vendedor se compromete a atender todos requisitos do comprador, ou o comprador se compromete a comprar todos seus requisitos do vendedor, ou ambos. (EUA)

Requisitos Energéticos Parciais (Requirements, Partial)

Venda de um fornecedor para um comprador na qual o vendedor se compromete a atender uma parte dos requisitos energéticos do comprador. (EUA)

Reserva de Contingência (Contingency Reserve)

Uma quantidade adicional de reserva operacional suficiente para reduzir o erro de controle de área do sistema elétrico a zero em 10 minutos após a perda da capacidade geradora, o que seria conseqüência da contingência singular mais severa. (EUA)

Reserva Girante (Spinning Reserve)

Capacidade não usada disponível de unidades ligadas e sincronizadas com a rede para atender demanda adicional. A reserva girante tem de estar sob controle de regulador automático para responder instantaneamente aos requisitos do sistema.(EUA)

Reserva Operacional (Operating Reserve)

A capacidade de reserva de geração necessária para permitir a recuperação do sistema elétrico a partir de falhas de geração e providenciar o seguimento da carga e a regulação de freqüência. Consiste em reservas rotativas e não rotativas.(EUA)

Reservas Contratadas de Gás (Contracted Reserves)

Reservas de gás natural dedicadas a cumprir acordos de compra de gás natural.(EUA)

Reservas de Combustível (Stocks)

Fornecimento de combustível guardado para uso futuro. Isso inclui reservas de carvão e óleo combustível no local da usina, em vagões de carvão, tanques ou barcaças, no local da usina ou em locais de armazenagem separados.(EUA)

Reservas de Gás (Gas-Reserves or Reserves)

Gás natural em formação natural subterrânea, em poços, campos ou lagos.

Reservas de Queda Forçada (Forced Outage Reserves)

Uma quantidade de capacidade de geração de ponta planejada para disponibilização no atendimento de cargas de ponta durante quedas forçadas. (EUA)

Reservas Elétricas (Electric Reserves)

A energia elétrica necessária para fornecer serviço a consumidores em caso de perda de geração ou transmissão, vazões adversas, atrasos para completar novos recursos ou outros fatores que possam restringir a capacidade de geração ou aumentar cargas. As reservas normalmente provêm de recursos adicionais adquiridos para este fim, ou de direitos contratuais de interromper, diminuir ou até retirar partes da energia elétrica fornecida aos consumidores.(EUA)

Reservas Recuperáveis de Gás (Recoverable Gas Reserves)

A quantidade de gás natural determinada como economicamente recuperável e disponível para entrega a partir de um ou mais poços, a um preço dado e durante um período especificado. (EUA)

Reservatório (Reservoir)

Artificial: uma estrutura que armazena água para uso posterior na produção de eletricidade. Natural: um estrato rochoso que forma um depósito no qual podem se acumular óleo e gás natural. (EUA)

Reservatório de Armazenagem (Storage Reservoir)

Resumidamente, um reservatório para guardar água. A água armazenada é liberada quando necessário para fins tais como geração energética, passagem de peixes e irrigação. (EUA)

Reservatório de Re-regulação (Re-Regulating Reservoir)

Um reservatório localizado a jusante de uma usina hidrelétrica de ponta que armazena as descargas bastante variáveis da usina a montante, para liberá-las a jusante, de uma forma relativamente uniforme.

Residencial (Residential)

O setor residencial é definido como de estabelecimentos domésticos particulares que consomem energia basicamente para aquecimento de ambiente e água, ar condicionado, iluminação, refrigeração, cozinha e secagem de roupa. A classificação da conta de um consumidor individual em que o uso seja tanto residencial quanto comercial é baseada no uso principal.

Restabelecimento da Continuidade da Distribuição de Energia Elétrica (Reestablishment of Conti

Retorno do neutro e da tensão disponível em todas as fases, com permanência mínima de tempo igual a 1 minuto, no ponto de entrega de energia elétrica da unidade consumidora.

Restrição (Constraint)

Limite superior ou inferior de saída de um gerador, de classificação da linha ou outra condição limitante do sistema elétrico. (EUA)

Retificador (Rectifier)

Equipamento elétrico utilizado para transformar uma corrente alternada em corrente contínua.

Retorno sobre o Patrimônio (Return on Equity)

Compensação pelo investimento de; i. é, ganhos capital.
“Concessionárias” públicas são regulamentadas estatutariamente com direito à cobrança de tarifas que lhes permita ganhar um retorno justo pelo seu patrimônio investido.
(Equity= capital de contrapartida; direito de propriedade; patrimônio líquido(Michaelis))

Risco de Mercado (Market Risk)

A exposição resultante de se ter um swap desprotegido quando mudam as condições de mercado.(vide Swap)

Rodada (Roundturn)

Quando se completam a compra e venda de um contrato futuro.

Rodagem (Wheeling)

Uso das instalações de transmissão de um sistema para levar energia a um outro sistema. A rodagem pode se aplicar ao serviço de atacado ou varejo. (Vide Serviço de Rodagem).(EUA)

Rota Contratual (Contract Path)

Uma rota do Ponto de Recepção até o Ponto de Entrega, para a qual os direitos de capacidade e preços contratuais foram estabelecidos. (EUA)