AES Tietê volta a aumentar vazão da UHE Barra Bonita

Medida foi necessária por conta do grande volume de chuva que tem chegado ao reservatório da hidrelétrica

Em virtude do volume de chuva que vem atingindo na região de Barra Bonita (SP-140 MW), a AES Tietê aumentou novamente a vazão da hidrelétrica de 1.990 m3/s para 2.200 m3/s, nesta segunda-feira, 6 de junho. Nos últimos dias tem chovido muito na área de atuação da companhia, tanto que na semana passada AES já havia aumentando de vazão da usina de 632 m³/s para 1100 m³/s.
 
Segundo a geradora, essa operação faz parte do controle de cheia, um procedimento de rotina, que tem como objetivo garantir a segurança da usina e, consequentemente, da população. "Esta operação é planejada entre AES Tietê e Operador Nacional do Sistema, responsável por todos os reservatórios do país", tranquilizou a empresa.
 
O aumento da vazão deverá impactar as áreas baixas, que ficam no curso do rio, próximas à Ponte Campos Sales, Orla Turística e teleférico da cidade de Barra Bonita, em São Paulo. A geradora já entrou em contato com a Marinha, a Prefeitura, a Defesa Civil, o Departamento Hidroviário e a Capitania dos Portos para avisar sobre o procedimento e contar com apoio dessas frentes na liberação das áreas impactadas.
 
A abertura das comportas é um procedimento de segurança padrão para todas hidrelétricas do país, realizada para controle do nível dos reservatórios. Antes do início da abertura, é feita uma inspeção visual na saída das comportas e é acionada sirene para alertar a população no entorno da usina, com alcance de 3 km. Segundo a AES, essa abertura ocorre de forma gradativa para que a vazão da água seja liberada dentro do fluxo adequado para operação de cada usina, contribuindo para a segurança dos moradores da região e atendendo as normas do setor elétrico.