Tradener é autorizada a exportar até 2.100 MW para a Argentina

ONS vai estabelecer montante disponível para a exportação em base semanal

O Ministério de Minas e Energia autorizou a Tradener a exportar até 2.100 MW de potência e respectiva energia elétrica associada para a Argentina, através da Estação Conversora de Frequência de Garabi, localizada na fronteira do Brasil com o país vizinho. A autorização tem vigência até 31 de dezembro de 2018.

De acordo com a Portaria nº 271, publicada nesta sexta-feira, no Diário Oficial da União, a exportação de energia elétrica não poderá afetar a segurança eletroenergética do Sistema Interligado Nacional. O montante de energia elétrica disponível para exportação será estabelecido pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico em base semanal, tendo como referência os Programas Mensais de Operação e suas revisões.

Além disso, só poderão participar do processo de exportação os agentes geradores que estejam adimplentes com as obrigações setoriais, inclusive junto à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. As transações de compra de energia também não poderão produzir majoração dos preços no mercado brasileiro.