Guaraciaba tem pedido de alteração de prazos negado para linhas no MT

Empreendimentos sofreram atrasos no processo de implantação deveriam ter entrado em operação em janeiro de 2015

A Agência Nacional de Energia Elétrica negou pedido de prorrogação do cronograma de projetos de transmissão arrematados pela Guaraciaba Transmissora de Energia em leilão de 2012. Os empreendimentos localizados em Mato Grosso deveriam entrar em operação até 10 de janeiro de 2015 e a empresa pediu a prorrogação do prazo para 31 de julho do ano passado.

O contrato de concessão inclui a linha de transmissão Ribeirãozinho – Rio Verde Norte, em 500 kV, terceiro circuito simples, com extensão aproximada de 250 km; a LT Rio Verde Norte – Marimbondo II, em 500 kV, circuito duplo, com extensão aproximada de 350 km; a Subestação Marimbondo II, em 500 kV, com respectivas entradas de linha, reatores de linha e de barra, bancos de capacitores série e demais instalações de medição, supervisão, proteção, comando, controle, telecomunicação, administração e apoio. A Guaraciaba pediu o reconhecimento pela Aneel da ausência de responsabilidade pelos atrasos.