Aneel recomenda extinção da UTE Nutepa

Usina da CGTEE está desativada desde 2008

A Agência Nacional de Energia Elétrica vai recomendar ao Ministério de Minas e Energia a extinção da outorga da usina termelétrica Nutepa, da Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica. Com 24 MW de potencia instalada, o empreendimento foi totalmente desativado em 2008 pela estatal do grupo Eletrobras, por apresentar problemas nos equipamentos que impediam a operação.

Entre os problemas apontados pela Aneel estão furos nas tubulações da caldeiras 1 e 2 e a inviabilidade econômica da recuperação da caldeira 3. Além disso, duas das quatro bombas de água de circulação estão inoperantes há oito anos. A usina é antiga: duas unidades geradoras entraram em operação em 1968 e a terceira em 1969. Todos os equipamentos estão depreciados.
 
Em 2013, a CGTEE  foi multada em R$ 173,8 mil pela Aneel, por causa dos problemas da usina. A diretoria da agência manteve a penalidade ao analisar recurso da empresa em 2014. Na ocasião, foram iniciados os processo de caducidade das concessão das UTEs Nutepa e São Jerônimo, ambas da estatal; e da usina termelétrica Brasília, da CEB Geração.