Cemig propõe venda de units da Taesa

Todas as ações não estão vinculadas ao bloco de controle da transmissora

O Conselho de Administração da Cemig deverá avaliar a proposta de venda de parte da sua controlada Taesa como forma de monetizar a companhia. A deliberação da diretoria executiva da estatal indicou a perspectiva de venda de 22.273.452 Units que são formadas por uma ação ordinária e duas ações preferenciais, todas desvinculadas de seu bloco de controle. De acordo com o valor da última quarta-feira, 3 de agosto, esse volume de ações a serem totalmente vendidas poderiam render cerca de R$ 520 milhões.
A Cemig já havia declarado que tem como meta buscar desinvestimentos para reduzir seu endividamento. Entre outras medidas da empresa estaria a venda de ativos considerados não estratégicos.