Taesa dá início a oferta de pública de ações em poder do FIP Coliseu e da Cemig

Oferta vai envolver 25 milhões de units pertencentes ao FIP Coliseu e 40.702.230 units pertencentes à Cemig

A Taesa anunciou em comunicado ao mercado que deu início nesta sexta-feira, 30 de setembro, oferta pública secundária de units de titularidade do FIP Coliseu e da Cemig. A oferta consistirá na distribuição pública secundária, com esforços restritos de colocação de 25 milhões de units pertencentes ao FIP Coliseu e de 40.702.230 units pertencentes à Cemig, totalizando 65.702.230 Units de titularidade dos Acionistas Vendedores.

De acordo com o comunicado da Taesa, a oferta vai ser coordenada pelo Bank of America Merrill Lynch Banco Múltiplo, pelo BB Banco de Investimento, pelo Banco de Investimentos Credit Suisse, pelo Banco Modal e pelo Banco Santander do Brasil. Simultaneamente, serão realizados esforços de colocação das Units no exterior pelo Merrill Lynch, Pierce, Fenner & Smith Incorporated, pelo Banco do Brasil Securities LLC, pelo Credit Suisse Securities LLC, pelo Banco Modal e pelo Santander Investment Securities. Por ser uma oferta pública com esforços restritos exclusivamente de distribuição secundária, não será concedido direito de prioridade aos atuais acionistas da companhia e não haverá diluição dos atuais acionistas da Taesa.

O Preço por Unit será fixado após a apuração do resultado do procedimento de coleta de intenções de investimento a ser realizado, exclusivamente junto a Investidores Profissionais, pelos Coordenadores da Oferta, no Brasil, e pelos Agentes de Colocação Internacional, no exterior, tendo como base  a cotação das Units na BM&FBovespa e as indicações de interesse em função da qualidade e quantidade da demanda por Unit coletada junto a Investidores Profissionais durante o Procedimento de book building.