PLD Máx será de R$533,82/MWh e PLD Min de R$ 33,68/MWh

Valores para 2017 foram aprovados pela Aneel nesta terça-feira, 13

O valor máximo do Preço de Liquidação das Diferenças para 2017 será de R$ 533,82/MWh e o mínimo de R$ 33,68/MWh. Os novos valores do preço de referência do mercado de curto prazo foram aprovados pela Agência Nacional de Energia Elétrica nesta terça-feira, 13 de dezembro. Em 2016, o PLD max ficou em R$ 422,56/MWh, e o PLD Mín em R$ 30,25/MWh.

O teto do PLD é calculado com base nos custos variáveis de operação das usinas termelétricas disponíveis para acionamento pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico. Seu valor corresponde ao CVU da térmica a gás Mário Lago (antiga Macaé Merchant), que melhor representa esse custo segundo a Aneel. O valor mínimo leva em conta o custo de operação e manutenção de hidrelétricas e a compensação financeira paga pela utilização dos recursos hídricos.

A Aneel atualizou os valores da  Curva do Custo do Déficit de Energia Elétrica, considerada na definição dos preços do mercado de curto prazo entre a primeira e a última semana operativa de preços de cada ano.  A correção  de 6,71% equivale  à variação do IGP-DI de novembro de 2015 a novembro de 2016. Confira abaixo os valores para 2017:

Patamares (% de Redução de Carga – RC)
Custo do Déficit (R$/MWh) para 2017 – Atualização pelo IGP-DI
0% < RC ≤ 5%
1.677,81
5% < RC ≤ 10%
3.619,59
10% < RC ≤ 20%
7.564,63
RC > 20%
8.595,40

Também foram corrigidas a Tarifa de Energia de Otimização, a TEO Itaipu e a Tarifa de Serviços Ancilares. Destinada á cobertura dos  custos de adicionais de operação e manutenção das usinas hidrelétricas e ao pagamento da compensação financeira pelo uso dos recursos hídricos, a TEO vai passar de R$ 12,32/MWh em 2016 para R$ 11,58/MWh  em 2017. A TEO específica da hidrelétrica de Itaipu variou 47,51% e ficará em R$ 33,06/MWh. Já a TSA será de R$ 6,71/Mvar-h, com a atualização em 8,48% pelo IPCA acumulado no período de outubro de 2015 a setembro de 2016.