PLD recua 72% no Norte e fica em R$ 33,68/MWh

Houve aumento no Sudeste e Sul devido à perspectiva de elevação da carga e redução nos níveis de armazenamento

O Preço de Liquidação das Diferenças para a semana operativa que começa neste sábado, 18 de fevereiro, apresentou diferentes variações nos quatro submercados brasileiros. De acordo com Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, o destaque ficou para o Norte, onde o valor caiu 72%, passou de R$ 120,97/MWh para R$ 33,68/MWh. No submercado Nordeste, a queda ficou em 7% para R$ 148,93/MWh. Já no Sudeste/Centro-Oeste e no Sul, o PLD foi fixado em R$ 132,38/MWh, aumento de 9% frente ao valor da última semana.

Os limites de intercâmbio referentes ao recebimento de energia do Nordeste são atingidos, assim como os limites de envio de energia pelo Norte, fazendo com que os preços destes submercados fiquem descolados em relação aos demais. A redução do valor médio no Nordeste é reflexo da diminuição da carga naquela região e a do Norte por conta da melhora nas afluências, além da maior disponibilidade hidráulica.
 
No outro sentido, o aumento do PLD no Sudeste e Sul é causado por menores índices de ENAs esperados para o Sudeste, redução nos níveis de armazenamento das usinas do Sudeste e Sul, aliado ao aumento na expectativa de carga para ambos os submercados.
 
As afluências esperadas em todo o sistema devem permanecer em 72% da Média de Longo Termo, acima da média histórica para o mês no Sul (114%) e abaixo nos submercados Sudeste (75%), Nordeste (34%) e Norte (70%).
 
A expectativa de carga para a próxima semana está 500 MW médios mais alta, sendo que a elevação esperada no Sudeste está em 300 MW médios e no Sul é de 200 MWmédios. A carga total esperada foi reduzida em 75 MW médios no Nordeste e em 95 MW médios no Norte.
 
Já o nível do reservatório do sistema ficou 1.050 MW médios acima do esperado com incremento apenas no Norte (+1.650 MW médios). As reduções foram de aproximadamente 410 MW médios no Sudeste, 40 MW médios no Sul e 150 MW médios no Nordeste.
 
O fator de ajuste do MRE para fevereiro foi revisto, aumentou de 112,3% para 113,6% e os Encargos de Serviços do Sistema são esperados em R$ 89 milhões para o período, sendo R$ 68 milhões referentes ao item segurança energética.
 
PLD
 
Sudeste/Centro Oeste: R$ 133,87/MWh (pesada); R$ 133,87/MWh (média); R$ 129,74/MWh (leve)
 
Sul: R$ 133,87/MWh (pesada); R$ 133,87/MWh (média); R$ 129,74/MWh (leve)
 
Nordeste: R$ 159,77/MWh (pesada); R$ 159,77/MWh (média); R$ 129,74/MWh (leve)
 
Norte: R$ 33,68/MWh (pesada); R$ 33,68/MWh (média); R$ 33,68/MWh (leve)
 
Para checar a evolução do PLD e gerar gráficos com múltiplos parâmetros acesse o Monitor Energia, disponível para assinantes do CanalEnergia Corporativo.