MME e Integração anunciam investimentos para população de Altamira no Pará

Programas vão levar energia elétrica e água para moradores da região da UHE Belo Monte

O Ministério de Minas e Energia lançou na última terça-feira, 21 de fevereiro, as obras da 2ª Etapa do Programa Luz para Todos em Altamira (Pará), próximo à Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Um dos maiores objetivos do programa é proporcionar maior qualidade de vida e desenvolvimento aos brasileiros das regiões mais afastadas. Em parceria com o Ministério da Integração, foram anunciados também investimentos do programa "Água para Todos" na região no Xingu. As novidades foram apresentadas pelos ministros de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e da Integração Nacional, Helder Barbalho. 

Durante o evento, realizado em Altamira, Coelho Filho destacou a importância do Luz Para Todos para o desenvolvimento econômico e social dos brasileiros. “Precisamos buscar esforços dentro do governo para cumprir com nossas responsabilidades, mas é muito importante que a população participe e tenha acesso a esse desenvolvimento, propiciado com a chegada da energia”, avaliou.
 
O ministro lembrou ainda dos diversos desafios que o país tem enfrentado, e que todas as ações em curso são tomadas com responsabilidade, visando “o País, o Estado e a cidade que queremos construir lá na frente”. Além dos ministros, o evento também contou com a participação de prefeitos da região, lideranças locais e representantes de movimentos sociais – aproximadamente 600 pessoas.
 
A segunda etapa do Luz para Todos na região vai beneficiar 10 municípios: Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfirio, Uruará e Vitória do Xingu. Ainda com relação ao Luz para Todos, os atendimentos são compromissos do Governo Federal inseridos no Plano de Desenvolvimento Regional – PDRS Xingu, que visam alavancar o desenvolvimento na região.
 
O novo contrato prevê investimentos da ordem de R$ 160 milhões e atenderá mais 11.500 famílias, beneficiando 46 mil pessoas. Os recursos são do Governo Federal e da distribuidora Celpa, a quem compete executar as obras do Luz para Todos no estado do Pará.