Reconhecimento do RBSE tem forte impacto no resultado da Cteep

Empresa teve lucro líquido de R$ 4,9 bilhões em 2016, sem o efeito seria de R$ 656,9 milhões

A Cteep teve um lucro líquido de R$ 4,949 bilhões em 2016, sob o efeito do reconhecimento da remuneração do ativo de concessão do RBSE no balanço. Sem esse efeito, o lucro líquido da empresa seria de R$ 656,9 milhões, 27% acima do registrado no ano anterior. A Aneel fixou os valores e o cronograma de pagamento das indenizações dos ativos não amortizados anteriores a maio de 2000, através do repasse de R$ 62,2 bilhões para a tarifa dos consumidores a partir deste ano. A empresa terá direito a receber R$ 8,8 bilhões.

A receita bruta da empresa ficou em R$ 1,455 bilhão, antes da remuneração do RBSE, ou 1,1% acima de 2015. Com o efeito da remuneração, de R$ 7,318 bilhões, a receita vai a R$ 8,774 bilhões. A receita líquida ficou em R$ 7,789 bilhões, sendo R$ 6,503 bilhões efeito RBSE.

O ebtida da empresa ficou em R$ 7,409 bilhões, excluindo o efeito da indenização dos ativos, ficaria em R$ 901,3 milhões, ante R$ 675,8 milhões em 2015.