Produção de gás cresce 0,5% em fevereiro, segundo ANP

Na comparação com mesmo mês em 2015, aumento chega a 2,5%

A produção de gás natural em fevereiro totalizou 97,7 milhões de metros cúbicos por dia, um aumento de 0,5% frente ao mês anterior e de 2,5 % na comparação com o mesmo mês em 2015. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, o aproveitamento de gás no mês foi de 95,2%. A queima de gás em fevereiro foi de 4,7 milhões de metros cúbicos por dia, um aumento de 43,8% se comparada ao mês anterior e de 44,3% em relação ao mesmo mês em 2015. O aumento da queima de gás natural no mês foi devido, principalmente, ao comissionamento da plataforma FPSO Cidade de Maricá, que iniciou suas operações no mês de fevereiro.
 
A produção do pré-sal, oriunda de 54 poços, foi de 34,6 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural, totalizando 1,091 milhão de barris de óleo equivalente por dia, um aumento de 6,0% em relação ao mês anterior. Os campos marítimos produziram 76,6% do gás natural. A produção ocorreu em 8.913 poços, sendo 775 marítimos e 8.138 terrestres. Os campos operados pela Petrobras produziram 94% do petróleo e gás natural. O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, produzindo, em média, 442,7 mil bbl/d de petróleo e 20,4 milhões de m³/d de gás natural. As bacias maduras terrestres produziram 4,9 milhões de m³/d de gás natural.
 
Em fevereiro de 2016, 310 concessões operadas por 26 empresas foram responsáveis pela produção nacional. Destas, 81 são concessões marítimas e 229 terrestres. Do total das concessões produtoras, três encontram-se em atividade exploratória e produzindo através de Teste de Longa Duração e outras dez são relativas a contratos de áreas contendo acumulações marginais.