UTE Novo Tempo, da Bolognesi, é autorizada a emitir debêntures de infraestrutura

Térmica a gás terá 1.238MW e será instalada no município de Ipojuca, em Pernambuco

O Ministério de Minas e Energia classificou como prioritário o projeto termelétrico Novo Tempo, controlado pela Bolognesi Empreendimentos. Com isso, a empresa poderá captar recursos no mercado por meio da emissão de debêntures de infraestrutura, títulos considerados mais atrativos por conta de incentivos fiscais.
 
Segundo a Portaria nº 82, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 10 de março, a térmica a gás terá 1.238MW e será instalada no município de Ipojuca, em Pernambuco. A Bolognesi controla o projeto com 75% de participação. O restante pertence a UTE Novo Tempo-Gás e Geração de Energia. A usina foi licitada no leilão A-5 de novembro de 2014. O projeto tem investimentos estimados em R$ 3 bilhões.